Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Alexandre Garcia é demitido da CNN

Contrato foi rescindido após declaração do jornalista em programa nesta sexta-feira (24)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 set 2021, 20h09 - Publicado em 24 set 2021, 20h01

Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil após voltar a defender o tratamento precoce contra a Covid-19 em jornal nesta sexta-feira (24).

A CNN afirmou que Garcia defendeu medicamentos “sem eficácia comprovada” durante o programa Novo Dia, enquanto ele participava do quadro Liberdade de Opinião. “A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo”, diz a nota da empresa.

O jornalista comentava as denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior quando disse que os “remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas”. Não há comprovação científica de que os medicamentos defendidos por Garcia, como hidroxicloroquina e ivermectina, tenham qualquer eficácia contra Covid-19.

Depois da declaração de Alexandre, a apresentadora do telejornal afirmou que a “CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente contra a Covid-19″.

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade