Pulseiras com berloques seguem como hit entre fashionistas

Com tendência alavancada pela dinamarquesa Pandora, marcas investem em parcerias com artistas para impulsionar vendas

As fashionistas sabem bem: tem coisa que se compra agora para logo sair dos holofotes e acabar esquecida no armário. Alguns exemplos dos últimos anos são os tênis com salto, as calças de listras brancas e pretas… Existem, entretanto, exceções. Uma tendência que bombou há cerca de três anos e segue firme, com perspectiva de crescimento, são as pulseiras lotadas de berloques.

Rubens Coronho, diretor comercial da Vivara: "o cliente quer 'atualizar' a sua peça com as novidades" (Foto: Ricardo D'Angelo) Rubens Coronho, diretor comercial da Vivara: “O cliente quer ‘atualizar’ a sua peça com as novidades” (Foto: Ricardo D’Angelo)

Rubens Coronho, diretor comercial da Vivara: “O cliente quer ‘atualizar’ a sua peça com as novidades” (Foto: Ricardo D’Angelo) (/)

Elas ganharam fama por aqui com a rede dinamarquesa Pandora. Hoje, a marca conta com vinte unidades na capital. Em 2017, deve abrir mais dez lojas no Brasil. O preço dos braceletes começa em 195 reais e o dos chamados charms parte de 99 reais. A ideia é que o cliente ponha, tire e mude os pingentes a seu gosto. A joalheria estrangeira tem uma forte concorrente.

A nova Stones of Color, da Pandora: a partir de 155 reais (Foto: Divulgação) A nova Stones of Color, da Pandora: a partir de 155 reais (Foto: Divulgação)

A nova Stones of Color, da Pandora: a partir de 155 reais (Foto: Divulgação) (/)

A tradicional Vivara passou a investir na divisão Life by Vivara, especializada nos acessórios, em 2011. O último de seus nove pontos paulistanos foi aberto no MorumbiShopping, em novembro. Com o sucesso, quiosques vêm dando lugar a lojas. Outra rede que aposta no nicho é a Monte Carlo.

A joalheria ganhou atenção depois de criar uma linha junto de youtubers, como Kéfera, em 2016. Para este ano, a marca espera um aumento de 30% nas vendas do acessório. A grande sacada desses negócios é lançar coleção atrás de coleção para fazer com que os fregueses sempre voltem. “O cliente quer ‘atualizar’ a sua peça com as novidades”, afirma Rubens Coronho, diretor comercial da Vivara.

Linha inspirada no Rio, da Monte Carlo: a partir de 120 reais (Foto: Divulgação) Linha inspirada no Rio, da Monte Carlo: a partir de 120 reais (Foto: Divulgação)

Linha inspirada no Rio, da Monte Carlo: a partir de 120 reais (Foto: Divulgação) (/)

De 2014 para cá, a grife dobrou a quantidade de berloques, estabelecendo parcerias com famosos e empresas do naipe da Disney. Por ano, põe no mercado até 180 modelos. Uma das estreias consiste em uma coleção masculina.

Os preços mais em conta que os de uma joia (já que se trata de peças que geralmente levam prata) também atraem a clientela, principalmente os jovens. Para quem quer economizar, há outra popular opção. Na 25 de Março, os comércios transbordam de bijuterias do tipo. Existem peças até de 1 real, mas a qualidade…

Coleção em parceria com Anitta, da Vivara: 130 a 250 reais (Foto: Marcio Fischer) Coleção em parceria com Anitta, da Vivara: 130 a 250 reais (Foto: Marcio Fischer)

Coleção em parceria com Anitta, da Vivara: 130 a 250 reais (Foto: Marcio Fischer) (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s