Continua após publicidade

COMER & BEBER 2016/2017: latinos

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda
Atualizado em 20 jan 2022, 10h36 - Publicado em 21 out 2016, 23h00

A edição especial VEJA COMER & BEBER São Paulo reúne 400 restaurantes. Abaixo, a seleção de restaurantes latinos.

+ O melhor restaurante francês da cidade

Killa: voltou a funcionar no minúsculo espaço em que foi inaugurado. O menu foi (bem) enxugado, mas ficou o que interessa: os bons ceviches, saborosos e frescos. Na versão mais simples, o prato custa R$ 33,00. Outra pedida, o arroz chaufa (R$ 58,00) é um pratão de grãos úmidos com frutos do mar, cenoura, pimenta-do-reino e kimchi, a acelga oriental apimentada. Por caros R$ 27,00 a torta de banana passa, chocolate e nozes pode pecar pelo sorvete cheio de cristais de gelo.

La Mar Cebichería Peruana: gastón Acurio, chef-celebridade do Peru e criador desta franquia, ajudou a espalhar a culinária de seu país mundo afora com a abertura de várias unidades do La Mar. Prato nacional, o ceviche surge em versões como o misto (R$ 43,00), de peixe branco, lula, camarão e polvo. Outro clássico, o chupe é uma sopa de camarão, batata, ovo, fava e pedaços de queijo branco (R$ 45,00). O fecho é dado com a musse de limão com sorvete, merengue e crocante de amêndoa (R$ 19,00).

Continua após a publicidade

La Peruana Cevichería: desde que a peruana Marisabel Woodman trocou seu food truck por este restaurante, no ano passado, o endereço bomba. Se na estreia os pratos tinham um bom padrão, hoje eles oscilam um pouco na qualidade. O arroz com pato norteño, que acaba de sair do cardápio, vinha pobre em sabor e com a carne da ave dura. Em compensação, as tenras lulinhas na brasa (R$ 26,00) são deliciosas. Além do ceviche tropical (atum, manga, abacate ao limão e muito shoyu; R$ 36,00), vai bem a causa de polvo (R$ 22,00), cuja base é de batata amassada.

Osaka: descende de uma rede originária de Lima e é o melhor representante da culinária peruana na cidade. Com cozinha do chef Carlos Alata, segue o estilo nikkei que funde o Peru ao Japão. Tanto que o ceviche é reinterpretado até num sushi, o enrolado de camarão e abacate ao caldo de leite de tigre (R$ 32,00). Uma das receitas mais interessantes atende pelo nome de paiche kabayaki (R$ 32,00) e é o pirarucu amazônico marinado em missô e confitado na manteiga de coco. O tradicional suspiro limeño (R$ 18,00), perfumado com capim-santo, vem com uma granita de chicha morada, suco extraído do milho-roxo.

Suri Ceviche Bar: em vez de apresentar apenas a culinária de seu país, o colombiano Dagoberto Torres oferece um apetitoso panorama latino americano em seu menu. E, sem medo do novo, lança pratos periodicamente. Entre os mais recentes estão o peixe parati grelhado com vinagrete de limão e bolo cremoso de mandioca (R$ 45,00) e a ótima enchilada de lechona (panqueca de carne de porco ao molho de tomate, pimenta cumari e coentro; R$ 39,00). O pan de piña (R$ 17,00) é um delicioso pudim de abacaxi.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.