Caju-amigo: onde encontrar o clássico drinque paulistano

A receita existe há mais de quarenta anos e é servida como tradição nos bares de São Paulo

Criada em 1974 pelo bartender Guilhermino Ribeiro dos Santos, do bar Pandoro, a receita do caju-amigo virou queridinha dos paulistanos. Originalmente, leva vodca como base, mas ganhou adaptações com o passar dos anos.

Selecionamos três endereços onde vale pedir um “caju, amigo”:

Balcão: a clientela que já passou dos 35 anos se instala no enorme balcão de 25 metros que serpenteia no salão há mais de duas décadas. Feito à maneira tradicional, o caju-amigo é composto de vodca, suco e compota da fruta mais pedras de gelo. Custa R$ 26,00.

Bar do Jiquitaia: montado em cima do restaurante Jiquitaia, o pequeno bar serve drinques de primeira, executados pelo bartender Felipe Leite. O caju-amigo (R$ 25,00) do local é feito com cachaça. Leva ainda compota de caju preparada na casa e um toque de limão-taiti.

Bar da Dona Onça: para acompanhar os bons pratos do bar-restaurante, como a rabada (R$ 63,00), o caju-amigo custa entre R$ 36,00 e R$ 45,00, dependendo da vodca escolhida. Se for feito com Cachaça da Lage, o preço cairá para R$ 33,00.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s