Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Saulo Yassuda
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha há dez anos. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

“Governo pode impedir”, diz José Alberto Zuccardi sobre importação ilegal de vinhos

Entrevistamos o empresário à frente da premiada vinícola argentina de sua família

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 set 2022, 17h24 - Publicado em 23 set 2022, 06h00

O argentino José Alberto Zuccardi, 68, à frente da Zuccardi, que surgiu como uma produtora de uvas e vinhos para terceiros, colocou a empresa no mapa do mundo da bebida nos anos 2000 — e faturou prêmios, como o World’s Best Vineyards em 2019, 2020 e 2021.

O empresário, que esteve na cidade na semana passada, compartilha a direção com o filho Sebastián, que cuida da produção. “Ele está aportando uma visão muito importante ao vinho argentino, que é a do vinho de terroir — sair um pouco das variedades e ir para os lugares”, elogia.

Leia trechos da conversa.

Por que malbec faz tanto sucesso aqui?

Ela é uma carta de identidade da Argentina, e quando me perguntam o que vem depois, digo: mais malbec, mas de distintas regiões. Essa vinificação que fazemos, que busca a expressão do vinhedo, mostra ao mundo que a malbec não é só uma coisa, mas muitas coisas. Ao mesmo tempo, a Argentina é diversidade, e há variedades como o torrontés, com muito futuro. (Zuccardi Serie A Malbec, R$ 106,70, na Amazon).

Que uvas pretendem usar em novos vinhos?

Estamos trabalhando em variedades novas, como alvarinho, e implantando um novo vinhedo em San Pablo (em Vale do Uco) trabalhando com muitas variedades brancas, como também sauvignon blanc, verdejo… Como evitar descaminho ou contrabando? As diferenças cambiais promovem isso. Acho que o governo tem a possibilidade de impedir o problema — é uma decisão política. Se os governos investigarem as fronteiras, pronto.

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 28 de setembro de 2022, edição nº 2808

Para ficar por dentro do universo dos bares e da gastronomia, siga @sauloyassuda no Instagram e no Twitter.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.