Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha há dez anos. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

Clementina tem seleção com mais de sessenta vinhos naturais

O bar fica em um pequeno porão aberto em Pinheiros e serve rótulos de diversos estilos

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 16 fev 2024, 15h17 - Publicado em 16 fev 2024, 06h00

Vez ou outra na calçada com algum sócio do bar, a vira-lata Clementina se posta a observar o movimento do pequeno espaço que leva seu nome.

Aberto em novembro, o bar está montado numa espécie de porão aberto, ao lado do misto de restaurante, bar e loja Lar Mar, dos mesmos sócios, entre eles o “pai” da cachorrinha, Tato Vanzetto.

clementina-socio
O sócio Marcel Forte com Clementina: a mascote batiza a casa (Ligia Skowronski/Veja SP)

Após descer alguns degraus, o público alcança as mesas e um balcão no ambiente com arcos de tijolinhos. Casais que se conhecem melhor e pequenos grupos bebem vinhos, a maioria natural ou biodinâmico, selecionados pelo sócio Marcel Forte.

As cerca de sessenta opções são distribuídas de maneira equilibrada entre os estilos — há dezessete brancos para quinze tintos, o que é uma benção para os fãs.

Boa parcela do que se bebe é feita de uvas nem sempre famosas para o grande público, como o vinho laranja espanhol alumbro 2019 (R$ 288,00), de godello, verdejo e chasselas doré. O rosado Sonrojo La Calandria 2018 (R$ 159,00), também espanhol, é 100% garnacha.

Continua após a publicidade

A galera dos tintos tem à disposição o argentino Rocamadre Criolla 2020 (R$ 236,00), de criolla chica (ou país, no Chile) e criolla grande, de jeito refrescante.

clementina-pizza-aperitivo
Pizza de quatro queijos do Clementina: cortada em aperitivo (Ligia Skowronski/Veja SP)

No balcão, cozinheiros se agilizam para montar tábuas como a itatiaia (R$ 68,00), de sopressata, salame com pistache e queijo Mantiqueira, acompanhada de pão e chutney de tomate da casa.

Outra alternativa mastigável é a pizza, apresentada em tamanho individual e cortada em aperitivo, como a 4 queijos da fazenda (R$ 58,00), de molho de tomate e os queijos Tulha e de cabra Dolce Bosco, ricota de búfala e muçarela.

Avaliação: BOM (✪✪✪)

Continua após a publicidade

Clementina

Rua João Moura, 613, Pinheiros, telefone 97801-1074.
Das 18h às 0h (sábado a partir das 16h; domingo 14h às 20h; fecha segunda). 
Instagram: @clementina___sp. 

Publicado em VEJA São Paulo de 16 de fevereiro de 2024, edição nº 2880

BAIXE O APP COMER & BEBER E ESCOLHA UM ESTABELECIMENTO:

IOS: https://abr.ai/comerebeber-ios

ANDROID: https://abr.ai/comerebeber-android

Continua após a publicidade

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.