Imagem Blog

Na Plateia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Indicações do que assistir no teatro (musicais, comédia, dança etc.)
Continua após publicidade

Ícone do Teatro Oficina, Renato Borghi estrela peça de continuação

'O que Nos Mantém Vivos?' dá seguimento a 'O que Mantém um Homem Vivo?', espetáculo que estreou em 1973

Por Júlia Rodrigues
2 dez 2022, 06h00

O que Mantém um Homem Vivo? nasceu em 1973 das mãos de Renato Borghi e Esther Góes. O então casal de atores havia acabado de sair do Teatro Oficina, companhia histórica da qual Borghi foi um dos fundadores. A peça criticava o autoritarismo a partir de textos do alemão Bertolt Brecht (1889-1956) em um dos períodos mais violentos da ditadura brasileira. Depois dessa, ainda surgiram outras encenações, em 1982 e 2019, ambas encabeçadas por Borghi. Agora, é a vez da continuação O que Nos Mantém Vivos?, que reflete sobre a esperança após o governo Bolsonaro no Teatro Anchieta.

+Martha Nowill encena escrito inédito de Pagu em solo; confira entrevista

O projeto une o Teatro Promíscuo, trupe de Borghi e Elcio Nogueira Seixas, ao diretor Rogério Tarifa, à atriz Débora Duboc e aos músicos-atores Cristiano Meirelles e Nath Calan. Apresenta ao público um ato-espetáculo-musical, no qual textos de Brecht são costurados à realidade brasileira, ora de maneira dramática, ora satírica. Nos seus dois atos — delimitados por um prólogo e um epílogo — aparecem trechos do poema A Cruzada das Crianças e das peças Galileu Galilei, A Santa Joana dos Matadouros e A Resistível Ascensão de Arturo Ui. Essa última, que define o segundo ato, coloca lado a lado Arturo Ui, personagem autoritário de Brecht que, na encenação, representa o atual presidente da República, e é interpretado por Elcio Nogueira Seixas, e Abelardo I, figura de O Rei da Vela, peça de Oswald de Andrade, vivido muitas vezes por Renato durante seus 65 anos de carreira. 14 anos (180min, com intervalo).

Teatro Anchieta. Sesc Consolação, Rua Doutor Vila Nova, 245, Vila Buarque, ☎ 3234-3000. Sex. e sáb., 20h. Dom., 18h (sessão extra no dia 8/12, às 20h). R$ 40,00. Até 17/12. sesc.org.br.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Continua após a publicidade

Publicado em VEJA São Paulo de 7 de dezembro de 2022, edição nº 2818

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.