Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Barbara Demerov Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

La Casa de Papel caminha para um desfecho caótico e fora de controle

Os episódios do Volume 1 da Parte Cinco apresentam o time de assaltantes tendo de agir rápido para fazer o roubo no Banco da Espanha dar certo

Por Barbara Demerov Atualizado em 2 set 2021, 15h40 - Publicado em 2 set 2021, 15h29

Nesta sexta-feira (3), enfim chega à Netflix o Volume 1 da Parte Cinco da série La Casa de Papel. Nos aguardados episódios inéditos, o fenômeno de audiência segue por um rumo cada vez mais tenso, uma vez que o roubo no Banco da Espanha já passou dos limites estipulados e o grupo de assaltantes, liderado pelo Professor (Álvaro Morte), perdeu o domínio que tinha sobre os reféns no local.

+Estreias de setembro na Netflix

Esse resultado cada vez mais caótico acontece porque o próprio Professor foi capturado por Alicia Sierra (Najwa Nimri), uma inspetora com intenções duvidosas. sendo assim, personagens como Tóquio (Úrsula Corberó), Lisboa (Itziar Ituño), Denver (Jaime Lorente) e Palermo (Rodrigo de la Serna) encontram-se sem plano B, pois uma alternativa na qual os assaltantes tenham de lidar com baixas ou erros graves não foi idealizada pelo cérebro do grupo.

Úrsula Corberó em cena da última temporada de La Casa de Papel
Úrsula Corberó, Belén Cuesta e Jaime Lorente em cena Tamara Arranz/Divulgação

Os infiltrados, já localizados e cercados pela polícia espanhola, precisam agir rápido para fazer o roubo dar certo — mas sem deixar de lado a possibilidade de que a rebelião de reféns destrua tudo (literalmente). Conhecida mundialmente por ser uma produção repleta de momentos marcantes, emoção desmedida e imprevistos a cada final de episódio, La Casa de Papel promete agradar aos fãs que acompanharam a saga dos anti-heróis desde a primeira temporada.

Continua após a publicidade

Agora, a intensidade nas ações de cada personagem está ainda mais patente. O Volume 1 da última parte da série possui cinco episódios, e o Volume 2 está com a estreia marcada para 3 de dezembro no streaming.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 8 de setembro de 2021, edição nº 2754

Continua após a publicidade

Publicidade