Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

Guillermo del Toro se afasta da fantasia e conta história de golpista em novo longa

O Beco do Pesadelo é baseado no romance Nightmare Alley, de William Lindsay Gresham; filme é estrelado por Cate Blanchett e Bradley Cooper

Por Barbara Demerov
28 jan 2022, 06h00

O Beco do Pesadelo, dirigido por Guillermo del Toro (A Forma da Água), está em cartaz nos cinemas. O filme explora os parques de diversão itinerantes dos anos 1940 em uma história centrada em Stanton Carlisle (Bradley Cooper), homem que conquista o afeto de uma vidente (Toni Collette) e seu marido (David Strathairn).

+ Em Spencer, Kristen Stewart brilha na pele de Princesa Diana

Usando os conhecimentos que adquire com eles, Carlisle alcança o sucesso enganando a elite da sociedade nova-iorquina da época para, então, ir em busca de seu maior objetivo: dar um golpe em um perigoso magnata (Richard Jenkins).

“Eu estava interessado em uma obra sobre destino e humanidade. Carlisle tem pessoas que acreditam nele e que o amam. No entanto, sua própria arrogância o afasta disso”, diz Del Toro sobre a temática do longa, baseado no romance de 1946 Nightmare Alley, do escritor William Lindsay Gresham.

Continua após a publicidade

O filme se afasta dos elementos fantásticos pelos quais o cineasta é conhecido, fazendo desta a sua produção mais ligada à realidade. O diretor acrescenta que quis levar seu estilo cinematográfico a uma nova direção. “Embora tenha uma atmosfera mágica, o filme não é rebuscado nem estilizado”, aponta.

Para contar esta história, a equipe criativa elaborou um set real, construído em um lote vazio na cidade de Toronto, no Canadá. Atrações mecânicas como uma roda-gigante, carrossel, uma casa de diversões com tema do céu e inferno, assim como uma variedade de palcos, fizeram parte do processo.

Aliado ao aspecto visual, outro ponto de destaque é o enredo, apresentado como uma fábula moral sobre acertos de contas com o destino. Del Toro vê a trama como um conto de advertência sobre o lado sombrio do capitalismo americano.

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 2 de fevereiro de 2022, edição nº 2774

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.