Imagem Blog

Delícia de Conta

Por Comidinhas
Dicas de comidinhas com bom custo-benefício e notas sobre promoções que agradam tanto o paladar quanto a carteira
Continua após publicidade

Comer & Beber 2021: Crime Pastry Shop é a doceria número 1

O melhor mil-folhas da cidade e tortas frescas, de sabores balanceados, são o grande trunfo da confeitaria de Rafael Protti

Por Gabriela Del'Moro
Atualizado em 20 jan 2022, 15h47 - Publicado em 21 out 2021, 20h11

Uma pequena vitrine retangular guarda maravilhas de açúcar preparadas pelo confeiteiro do ano, Rafael Protti (leia mais aqui), na Crime Pastry Shop. Dos doces mais notáveis, está o mil-folhas (R$ 22,00) que estampa a capa desta edição comemorativa de 25 anos.

A pedida clássica francesa, na versão da casa, é composta de camadas generosas de massa folhada entremeadas de um delicadíssimo creme inglês batido com queijo mascarpone — receita emprestada da confeitaria Pierre Hermé, em Paris, onde Protti passou uma temporada —, e finalizada com uma fina camada de açúcar caramelado no topo.

+ Conheça os melhores endereços de comidinhas do guia VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER 2021/2022

Diferentes tortas se revezam no mostruário. A de chocolate (R$ 26,00 a fatia), que mais parece um bolo, é montada com massa de biscoito de cacau e avelã, amêndoa e rum mais recheio e cobertura de ganache de chocolate meio amargo. A de limão (R$ 22,00 a fatia) leva dois cremes agradavelmente ácidos, o de limão-taiti com amêndoa e o de mix de limões siciliano e taiti, e é forrada de esferinhas de merengue italiano por cima, queimadas com maçarico.

Além de sobremesas, há outras boas receitas folhadas que vão bem na hora do café. O cruffin (R$ 13,80), que é um croissant em forma de muffin, é recheado de um suave creme de doce de leite da casa. A varandinha ao ar livre se mostra um lugar especial para saborear sem culpa os docinhos, que de “crime” não têm nada.

Confira a seguir o processo de produção do mil-folhas:

Continua após a publicidade
Massa folhada crua sendo dobrada.
A massa folhada passa por laminadora até ficar com espessura de 0,5 centímetro (Ligia Skowronski/Veja SP)

 

Massa folhada sendo colocada em forno industrial.
A massa vai ao forno por quarenta minutos, a 170 graus, para ganhar um bronze (Ligia Skowronski/Veja SP)

 

Massa folhada assada sendo partida em retângulos.
A placa de massa assada é cortada em retângulos e, então, resfriada (Ligia Skowronski/Veja SP)

 

Mil-folhas sendo montado, recebendo a última placa de massa folhada.
Hora de montar as camadas com o recheio, uma mistura de creme inglês com mascarpone, deixando o doce pronto para comer (Ligia Skowronski/Veja SP)

+ Clique aqui para conhecer todos os campeões de 2021

Crime Pastry Shop
Salão e retiradas: Rua Simão Álvares, 1031, Pinheiros, tel. 3031-9929. Delivery: Rappi. Tem acessibilidade.

Avaliação: ÓTIMO (✪✪✪✪)

Continua após a publicidade

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.