Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Top Chef, reality com profissionais de cozinha, estreia nesta quarta (3)

Levado ao ar pela Record às 22h30, o programa começa com 16 competidores em cena

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 jan 2022, 15h15 - Publicado em 3 abr 2019, 13h45

Fãs das disputas gastronômicas têm mais um motivo para ficar coladinhos na TV. Estreia nesta quarta (3) na Rede Record, o Top Chef, reality dedicado ao mundo da cozinha profissional. Com a apresentação de Felipe Bronze, chef conhecido por sua participação em programas The Taste Brasil, Que Seja Doce! e Perto do Fogo, exibidos pelo canal GNT, faz sua estreia também como apresentador de um game na TV aberta.

Além disso, Bronze é sócio de um dos melhores restaurantes do Brasil, o Oro, no Rio de Janeiro, e acaba de trazer o Pipo para São Paulo. Para avaliar os participantes, o chef tem a seu lado o colega Emmanuel Bassoleil, do paulistano Skye, premiado pelo COMER & BEBER como o melhor variado, e a jornalista Ailin Aleixo, autora do blog Gastrolândia.

Na primeira das batalhas, que começa hoje, se verão em cena 16 participantes, muitos deles bem conhecidos no mundo da restauração, que brigarão pelo título e, claro, pelo atraente prêmio de 300.000 reais.

Cozinha Top Chef: profissionais participam do programa (Antonio Chahestian/Record TV/Divulgação)

Muitos desses profissionais já trabalharam em São Paulo e tive a oportunidade de conhecer um pouco de seus cardápios. É o caso, por exemplo, do mineiro Thiago Cerqueira Lima, que até sua entrada no programa dirigia os fogões do Loup, de culinária variada e eleito em 2017 a estreia do por nossa edição VEJA COMER & BEBER.

Ainda entre os cozinheiro fixados em São Paulo ou com passagem pela capital estão os cariocas Alex Sotero e Antonio Mendes, o baiano Antonio Filho, a sebastianense Carmem Fialho, a paulistana Dadis Vilas Boas, o paulista Gabriel Vidolin, a santista Giovanna Perrone, subchef do restaurante de cozinha autoral Rios, e o belenense Rogério Cadu.

O time se completa com a mineira Sheilla Furman, que vive em Belo Horizonte, a carioca Maíra Knox, moradora da cearense Jericoacoara, o paulista Marcus Santander, radicado em Londres, a paulista Mariane Kolchraiber, que trabalha na cidade francesa de Brest, e a carioca Rebecca Lockwood, residente em Paris. Tem ainda um francês na parada, Florian Bassine, que vive em São Paulo ao lado da namorada Elisa Fernandes, ganhadora da primeira edição para amadores do MasterChef Brasil.

Continua após a publicidade
Felipe Bronze, Emmanuel Bassoleil e Ailin Aleixo: demonstração em cena (Antonio Chahestian/Record TV/Divulgação)

Neste primeiro episódio, as disputas começam tensas porque os competidores já estão em confinamento e assim permanecem até serem eliminados. Para conquistar o paladar do trio de jurados, eles terão de criar pratos autorais. Ter uma assinatura culinária não é nada fácil.

Segue-se a prova conhecida como Desafio da Eliminação na qual o próprio Bronze fará uma demonstração para os cozinheiros. A missão será reproduzir de alguma forma a receita.

Continua após a publicidade

Embora reúna 16 profissionais, o reality conta com apenas 13 episódios, o que promete muita emoção durante a competição com a possível eliminação de mais de uma pessoa a cada programa.

Bassoleil e Bronze: de chef para chefs (Antonio Chahestian/Record TV/Divulgação)

Além disso, será possível ver o dia a dia dos competidores no confinamento. Muita picuinha há de pintar por aí. O público poderá participar inclusive por enquetes para responder perguntas como: “quem é o jogador mais bravo?” e “quem é o jogador mais ‘falsiane’?”.

Continua após a publicidade

Para temperar a temporada, como acontece no formato original nascido em 2006 nos Estados Unidos, a final é ao vivo. Ou seja, dois finalistas se enfrentam numa disputa que vai ao ar na íntegra.

Como todos os episódios estão gravados, confira a quantidade de alguns alimentos usada na produção dos pratos:
Mais de 2 toneladas de legumes
Mais de 500 quilos de frutas
Mais de 500 enlatados
Mais de ½ tonelada de carne
Mais de 200 quilos de frutos do mar
372,5 litros do óleo
100 quilos de feijão
1 tonelada de batatas

(Divulgação/Divulgação)

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma
+ O tiramisu original
+ O melhor petit gâteau do Brasil

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.