Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Restaurante Président, do chef Erick Jacquin, é interditado

No primeiro fim de semana de autorização de abertura para o jantar, casa francesa descumpre horário e é lacrada por fiscais da prefeitura

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 20 jan 2022, 14h23 - Publicado em 12 ago 2020, 19h08

Autorizados a funcionar também no jantar desde o dia 6 de agosto, os restaurantes da capital têm de cumprir rígidos protocolos para operar. Um desses regramentos determina justamente o horário de funcionamento, limitado às 22h. Só no último fim de semana, foram autuados e lacrados 79 estabelecimentos em vários bairros da capital pela Secretaria das Subprefeituras.

Na região da Subprefeitura de Pinheiros, estavam quatro dessas casas. Os lugares não foram divulgados. “Não informamos os nomes dos locais. Orientação da procuradoria do município”, assegurou o secretário das Subprefeituras Alexandre Modonezi. “Quando questionados confirmamos ou não.” A única exceção que veio a público foi o restaurante Président, do chef Erick Jacquin, conhecido nacionalmente como jurado do programa MasterChef Brasil, no ar pela Band.

O endereço francês na região dos Jardins, embora cumprisse as regras de distanciamento entre as mesas, seguisse as rígidas normas de higiene e observasse os cuidados como máscaras e protetores faciais para a brigada, sofreu a penalidade por estar aberto às 22h39 do dia 8, o último sábado. A multa é de 9.231,65 reais para cada 250 metros quadrados, como informa o órgão responsável pela fiscalização. “É desrespeito ao decreto sanitário, que prevê que tenha a multa e a interdição imediata. Precisamos sanar o que está acontecendo naquele momento”, explica o secretário.

Fachada lacrada: estabelecimento ainda permanece de portas fechadas Reprodução CNN Brasil/Divulgação

Tentei contato com o chef Jacquin para saber qual o valor aplicado ao estabelecimento e quando seria a reabertura, mas não obtive resposta até o fechamento desta nota. “O intuito é não prejudicar ninguém. Consultado por telefone, o estabelecimento ainda não tem a data de reabertura. O retorno tem sido rápido, no máximo em quatro dias”, garante Modonezi.

O número de estabelecimentos a desrespeitar a lei e sofrer penalidades até o momento é expressivo. No total, houve a interdição de 559 endereços desde o início da quarentena – 319 deles foram fechados depois da reabertura um mês atrás, em grande parte, por operarem fora do horário permitido. A maioria concentra-se nas Subprefeituras de Sé, São Mateus, Pirituba/Jaraguá, Guaianases, Freguesia do Ó e Aricanduva.

Continua após a publicidade

Além do restaurante Président, as estatísticas incluem o bar Espírito Santo, no Itaim Bibi, multado e interditado na segunda (10). O motivo? Colocar mesas na calçada, de acordo com a Secretaria Municipal das Subprefeituras. O estabelecimento já voltou a operar normalmente.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato
Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)