Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Guia Michelin contempla 140 restaurantes entre São Paulo e Rio de Janeiro

Endereços destacados, entre eles os dois novos duas-estrelas paulistanos Tuju e Evvai, foram revelados na noite desta segunda (20) no Rio de Janeiro

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 21 Maio 2024, 20h30 - Publicado em 21 Maio 2024, 09h04

Depois de um hiato pandêmico, o Guia Michelin está de volta para contemplar duas cidades brasileiras: São Paulo e Rio de Janeiro.

O retorno do guia francês apenas no formato digital só foi possível com a injeção de recursos públicos das prefeituras das duas cidades. Estima-se que seja uma cifra cotizada de cerca 9 milhões de reais que garante o lançamento da publicação até 2026.

Ainda não foi dessa vez. Nem  São Paulo nem  Rio foram contempladas com um representante tri-estrelado máximo entre os 140 endereços destacados, como se soube na premiação realizada na noite da segunda (21) no Hotel Copacabana Palace.

No caso da capital paulista, ao duas-estrelas D.O.M., de Alex Atala, vieram se juntar o Evvai, de Luiz Filipe Souza, e o Tuju, de Ivan Ralston, que também ficou com o prêmio de abertura do ano, num sinal de que o Michelin vem fazendo uma discreta renovação de categorias.

O número de uma-estrela está inflacionado. Recebem a distinção:

Continua após a publicidade

Fame Osteria (novo)
Huto
Jun Sakamoto
Kan Suke
Kazuo (novo)
Kinoshita
Kuro (novo)
Maní
Murakami (novo)
Oizumi Sushi (novo)
Picchi
Tangará Jean-Georges (novo)

Em bom e barato para gringos, os chamados bib gourmand, encontram-se novidades no guia como A Baianeira MASP, Capim Santo, Cora, Cuia, Feriae, Kotori, Mocotó Vila Leopoldina, Nomo, Più Higienópolis e Shihoma Pasta Fresca.

Essa nova turma vem se alinhar aos veteranos Baru, Bistrot de Paris, Le Bife, Petit Gastronomia, Ecully Gastronomia, Komah, A Baianeira, TonTon, Balaio IMS, Banzeiro, Fitó, Zena Cucina, Mocotó, Più Pinheiros, Corrutela, Ae Café e Cozinha, The Kith, Brasserie Victória, Manioca e Tordesilhas.

Outra novidade no guia, que existe há tempos em outros títulos como o ranking 50 Best, é o selo verde para sustentabilidade. São três os lugares destacados: A Casa do Porco, Tuju e Corrutela, casa que levou o prêmio sustentabilidade na mais recente edição VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER, publicada ininterruptamente nos últimos 28 anos, assim como a versão carioca.

No Rio de Janeiro, os destaques foram os duas-estrelas Lasai (novo) mais Oro e Oteque. Uma-estrela foi para o Sala San Omakasê.

Continua após a publicidade
BAIXE O APP COMER & BEBER E ESCOLHA UM ESTABELECIMENTO:

IOS: https://abr.ai/comerebeber-ios

ANDROID: https://abr.ai/comerebeber-android

Compartilhe essa matéria via:

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.