Continua após publicidade

Grupo lança plataforma que encontra a opção mais adequada de terapia

Em entrevista à Vejinha, uma das fundadoras da plataforma Wilu, Letícia Souza Lanfredi, disse que o sonho é essa “ser a Netflix do bem-estar"

Por Humberto Abdo
Atualizado em 27 Maio 2024, 22h03 - Publicado em 29 abr 2022, 06h00

“Queremos ser a Netflix do bem-estar”, sonha Letícia Souza Lanfredi, uma das fundadoras da nova plataforma Wilu. A iniciativa nasceu inspirada na dificuldade de pacientes ao escolher o melhor tipo de terapia para cada tratamento.

+ Dior oferece sessões gratuitas de maquiagem em vários pontos da cidade

“A gente costuma ir por indicação quando precisa de atendimento, mas nem sempre o que é bom para nossos amigos é bom para a gente”, observa Gabriela Maria Rosolen, uma das sócias. Entre as quatro proprietárias, apenas Beatriz Grau é formada em psicologia, e as demais decidiram largar a carreira no ramo da engenharia para assumir o projeto.

Com o boom de consultas online na pandemia, elas pensaram em um espaço que acolhesse tanto os psicólogos como os profissionais de terapias alternativas. Por conta própria, escreveram todo o código da primeira versão do aplicativo, que hoje hospeda cerca de trinta terapeutas, disponíveis para assinantes e interessados em consultas avulsas — todas feitas em formato virtual, assim como faz a Vittude, uma das possíveis concorrentes.

Até o fim do semestre, esperam alcançar 200 profissionais no total. Entre terapias convencionais e holísticas, os usuários passam por um questionário para descobrir o modelo mais adequado para suas necessidades. Se o diagnóstico incluir, por exemplo, sintomas de ansiedade, o sistema já indica quem segue métodos tradicionais de psicanálise, como a terapia cognitivo-comportamental ou a do psiquiatra suíço Carl Jung.

“Hoje em dia faço a terapia junguiana, mas encontrei apoio no reiki também”, conta a sócia Beatriz. Em um marketplace, o futuro paciente escolhe o terapeuta de acordo com o resultado do teste e tem acesso às sessões dentro do próprio app. Além de consultas pagas individualmente, a assinatura de 115 reais dá direito a até quatro sessões.

Continua após a publicidade

+ Sampa Sky reúne fãs de Star Wars em mirante a 150 metros de altura

“E inventamos uma moeda digital, assim você compra seu saldo e usa com a frequência que quiser”, diz Mayara Berthoud Marques, a quarta integrante do grupo e diretora operacional da marca. Ao aderirem à novidade, os terapeutas podem interagir entre si pela rede e em breve vão ganhar um fórum para discussões.

Por facilidades como essa, a avaliação dos psicólogos tem sido positiva, segundo elas. A base de especialistas, porém, é mais ampla. Inclui até aqueles que trabalham com mapa astral e análises de revolução solar (baseadas na data de nascimento). Nessa categoria, as sócias esperam que a coleção de técnicas alternativas atraia pessoas em busca de outros caminhos para explorar o autoconhecimento.

“Temos todos os ‘ias’ possíveis, de aromaterapia a astrologia, mas a ideia é que essas versões holísticas sejam só um complemento”, ressalta Gabriela. A lista inclui, ainda, opções como thetahealing, barras de access e cromoterapia. Com comissões de 15% por consulta vendida, as fundadoras investiram cerca de 60 000 reais e planejam lançar uma versão mais robusta da plataforma em junho deste ano.

“Ainda vamos abrir espaço para outras especialidades, como nutricionistas, fisioterapeutas e personal trainers”, explica Gabriela. “E com o aumento de casos de burnout no trabalho, também queremos levar o Wilu ao RH das empresas como uma ferramenta para evitar afastamentos.”

Continua após a publicidade

+Assine a Vejinha a partir de 12,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 4 de maio de 2022, edição nº 2787

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.