Clique e assine por apenas 5,90/mês

Volta às aulas é incerta,capital vai decidir após testagem em alunos

A medida engloba estudantes de escolas estaduais e particulares

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 18 set 2020, 09h48 - Publicado em 27 ago 2020, 17h01

Para definir a volta às aulas presenciais na capital paulista, a Prefeitura de São Paulo realizará o terceiro inquérito sorológico, uma testagem em massa entre alunos de escolas. Desta vez, estudantes da redes estaduais e particulares serão incluídos nos testes.

O objetivo é descobrir a quantidade de assintomáticos entre as crianças. Segundo a prefeitura no segundo inquérito sorológico, 18,3% dos estudantes tiveram contato com a Covid-19: destes, quase 70% não apresentaram sintomas, enquanto 30,5% do estudantes apresentaram os sintomas. A preocupação é de que as crianças se contaminem e levem o vírus para a casa.

Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), a terceira fase de testes será entre os dias 10 e 15 de setembro e o resultado ajudará a decidir se as escolas reabrirão este ano na capital paulista. “A segunda fase mostra o acerto da Prefeitura de São Paulo em não autorizar o retorno às aulas em setembro”, afirmou Covas nesta quinta-feira (27).

As aulas presenciais, que estavam previstas para retornarem dia 7 de setembro, foram adiadas, por enquanto, para o dia 8 de outubro.

Continua após a publicidade
Publicidade