Clique e assine por apenas 6,90/mês

Suspeito de matar ator Rafael Miguel entra na lista dos mais procurados

Paulo Cupertino está foragido desde 2019; Rafael e seus pais foram mortos após o homem não aceitar o namoro do artista com sua filha, diz investigação

Por Redação VEJA São Paulo - 23 jul 2020, 19h20

Paulo Cupertino Matias, 49, entrou na lista dos 24 criminosos mais procurados pela Polícia Civil de São Paulo. Ele é o principal suspeito do assassinato do ator Rafael Miguel e de seus pais, no dia 9 de junho de 2019, na Zona Sul da capital paulista.

Cupertino está foragido desde então. Segundo a investigação ele atirou treze vezes em Rafael e nos pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel. O empresário é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, quando há motivo fútil e recurso que não possibilitou defesa das vítimas.

O caso, segundo o Ministério Público, ocorreu após ele não aceitar o namoro de Rafael com sua filha, Isabela Tibcherani. Na lista dos mais procurados, Paulo é descrito como um homem branco, de olhos e cabelos castanhos escuros, com 1,83 metro e uma tatuagem no antebraço: “Marginal, sempre marginal”.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Paulo pode ser encaminhada de forma anônima para a Polícia, por meio do telefone do 98º DP, 11 5621-7319; o Disque-Denúncia, no 181; o número 11 3311-3148; e o e-mail procurados@policiacivil.sp.gov.br.

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade