Clique e assine por apenas 6,90/mês

Prefeitura lança consulta pública para concessão do complexo de Interlagos

Processo volta a andar depois de quase dois anos de atraso

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 11 set 2019, 15h34 - Publicado em 11 set 2019, 12h16

A Prefeitura de São Paulo publicou nessa terça-feira (10), no Diário Oficial do Município (DOM), a consulta pública para a concessão do complexo de Interlagos durante os próximos 35 anos.

Como uma das promessas de campanha à prefeitura do agora governador João Doria, esperava-se inicialmente que o processo fosse concluído até o início de 2018. Em junho do mesmo ano, com o andamento da concessão já atrasado, o secretário municipal de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit, disse a VEJA SÃO PAULO que queria concluir o procedimento ainda naquele ano.

Agora, em setembro de 2019, Bruno Covas tenta alavancar a ação outra vez. A companhia que vencer a concorrência, de caráter internacional neste caso, será responsável pela reforma, gestão, manutenção, operação e exploração do autódromo, inclusive a corrida de Fórmula 1.

Na proposta, as empresas postulantes deverão considerar os seguintes aspectos: detalhamento de potenciais usos das estruturas existentes, sobretudo para grandes eventos (além de shopping, hotel etc); estudo de possíveis empreendimentos adicionais; e análise de aspectos gerais da administração do autódromo – além de manter e explorar a pista. O complexo deverá abrigar, além dos esportes automobilísticos, equipamentos de lazer e cultura, garantindo também melhor estruturação e requalificação da área.

Modernização e manutenção dos sistemas elétrico, hidráulico, de esgotamento sanitário, drenagem, telecomunicações, tecnologia da informação e ar condicionado também ficarão por conta da marca que assumir a gestão do espaço.

O valor da outorga fixa gira em torno de 300 milhões reais. O documento ficará aberto para contribuições durante trinta dias e uma audiência pública será realizada em 1º de outubro, na Subprefeitura de Santo Amaro, para discutir o tema. Encerrado o período de consulta pública, as contribuições serão analisadas para posterior lançamento do edital final de licitação.

+ Podcast #SPSonha: “Ser prefeito é participar de uma reunião de condomínio com 12 milhões de pessoas”

Continua após a publicidade
Publicidade