Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Patrícia Vanzolini é a primeira mulher a presidir a OAB-SP

A criminalista venceu a disputa na quinta-feira (25); o atual presidente, Caio Augusto Silva dos Santos, era candidato à reeleição

Por Redação VEJA São Paulo 26 nov 2021, 10h39

A criminalista Patrícia Vanzolini foi eleita na quinta-feira (25) como a nova presidente da OAB-SP. Em disputa acirrada, Patrícia teve 35,80% dos votos e o atual presidente, Caio Augusto Silva dos Santos, ficou com 32,79%.

Esta será a primeira vez desde a criação da OAB-SP, em 1932, que uma mulher presidirá a seção. O mandato dura três anos (2022-2024). O voto é obrigatório e cerca de 350 000 advogados estavam aptos a votar.

Patrícia Vanzolini é mestre e doutora em direito penal pela PUC-SP e professora na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Patrícia também é autora do “Manual de Direito Penal“.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Continua após a publicidade

Publicidade