Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Avião tem pane e evacuação deixa feridos em voo que seguia para SP

Caso ocorreu em aeronave da Azul antes da decolagem

Por Redação VEJA São Paulo 25 nov 2021, 14h11

Uma aeronave da Azul teve falhas no Aeroporto Marechal Rondon, na região metropolitana de Cuiabá, antes de decolar para a capital paulista. O caso ocorreu na madrugada desta quinta-feira (25). O voo teria a duração de duas horas, sem escalas.

No momento da decolagem, no painel do piloto, apareceu um alerta de falha, fazendo com que o comandante realizasse uma freada brusca, assustando os passageiros.

+ Avião bimotor com três pessoas a bordo cai no mar em Ubatuba

Após a parada, as saídas de emergências foram abertas, com o acionamento do escorregador inflável. O pânico da situação levou a um tumulto e alguns passageiros se feriram durante a saída da aeronave: ao menos cinco ficaram machucados, um deles teria quebrado a perna e uma mulher gestante foi internada.

“A Azul destaca que está prestando todo o apoio necessário aos clientes, lamenta o ocorrido e reforça que ações como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações”, disse a companhia aérea, em nota.

Continua após a publicidade

“O aeroporto foi fechado por duas horas, o que acarretou no atraso de três voos”, diz a assessoria do Marechal Rondon. Em entrevista para o G1 MT, passageiros afirmaram que as turbinas do avião estavam ligadas quando ocorreu a evacuação, fazendo com que os ocupantes se desequilibrassem no escorregador, caindo no chão. “Quando descemos pelo escorregador, a turbina estava muito forte. Muitas pessoas caíram por causa disso”, disse a naturóloga Andréia Gregoli.

As causas da pane elétrica são investigadas pela empresa.

 

Continua após a publicidade

Publicidade