Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Jovem de 23 anos era mantido preso em quarto com baratas e larvas

O rapaz, que sofre com problemas mentais, tinha sinais de maus tratos e vivia em ambiente fechado com correntes e cadeado; madrasta e pai foram detidos

Por Redação VEJA São Paulo 1 mar 2021, 16h00

Um jovem de 23 anos foi resgatado pela Polícia Militar no último domingo (28) após ser mantido em cativeiro pelo pai e pela madrasta no Jardim São Pedro, Zona Leste de São Paulo. 

De acordo com as autoridades, ele estava debilitado, bastante magro e com sinais de maus tratos. Além disso, o quarto em que foi encontrado deitado era extremamente insalubre: havia comida espalhada pelo chão, uma bacia com urina, baratas e larvas. O espaço não tinha ventilação nem iluminação. 

O local foi descoberto após uma denúncia anônima. Os vizinhos indicaram aos policiais que havia um jovem com as características que foram apontadas na denúncia e que ele também sofria com problemas mentais. 

Ao chegarem na casa, a madrasta ficou nervosa com a presença dos PMs e correu para dentro da residência. O quarto do cativeiro era fechado com correntes e cadeado porque, segundo a enteada, a porta havia sido quebrada três vezes pelo jovem. Segundo os dois policiais que atenderam a ocorrência, a vítima informou que apanhava com um pedaço de ferro. 

O rapaz de 23 anos foi encaminhado para atendimento médico. O pai e a madrasta foram presos e responderão por cárcere privado e maus-tratos. A defesa do casal ainda não se manifestou. 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade