Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Jovem é sequestrada por ex de amiga e pede socorro por WhatsApp

O sequestrador queria informações da ex-mulher, amiga da vítima, e foi preso em flagrante após polícia conseguir localização exata da casa

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 fev 2021, 14h52 - Publicado em 15 fev 2021, 14h45

Uma jovem de 22 anos, que preferiu não ser identificada, foi sequestrada na quarta-feira (10) pelo ex-marido da amiga. A vítima foi mantida em cárcere em uma chácara em Itatiba, no interior de São Paulo, e conseguiu escapar após troca de mensagens com seu namorado, que acionou a polícia para ir até a casa do sequestrador. O criminoso foi preso em flagrante.

A informação é do G1, que também teve acesso a prints da conversa entre a jovem e seu namorado. Nas mensagens trocadas entre os dois, a mulher conta que foi sequestrada para que o homem se aproximasse da ex-mulher. A jovem disse que se desesperou quando o homem começou a fazer ameaças.

“Foi tenso. Eu entrei em desespero porque eu pedia toda hora para ele me deixar ir embora. Ele dizia que só ia deixar quando eu ajudasse ele a atrair minha amiga. Durante o dia todo eu tentei manter a calma, mas eu caí na real”, afirma.

A vítima relatou diversas vezes nas mensagens medo de morrer e foi acalmada pelo namorado, que pediu orientações sobre o local onde estava. Com a informação precisa do endereço da casa, ele conseguiu acionar a polícia para fazer o resgate.

“Se ele chegasse a tirar a vida da minha amiga eu tinha a consciência que eu não ia sair viva. E quando eu chorava ele me levava para o lado de fora para mãe dele não perceber nada”, ressaltou a jovem.

Continua após a publicidade

De acordo com o boletim de ocorrência, o sequestrador contou à polícia que, após se separar de sua mulher, comprou um chip e se passou por outra pessoa para mandar mensagens para a ex e oferecer um emprego a ela. A ex-mulher não aceitou o trabalho na chácara e passou o contato da amiga, que topou.

O rapaz foi buscar a jovem em Campinas para a levar até a sua casa. Segundo o relato da vítima, em determinado momento, já em outra cidade, o homem contou que era ex-marido da amiga dela e que ela tinha que o ajudar a atrair a amiga.

Segundo o registro, o homem também disse que iria amarrar a ex-esposa em uma árvore por três dias e que voltaria para atear fogo ao corpo. Ele ainda pediu ajuda para a vítima fazer contato com a amiga. Por medo, ela concordou cooperar. A jovem ficou algumas horas com sua liberdade restrita e teve que ir ao mercado com o sequestrador.

A Justiça converteu a prisão em flagrante em preventiva. A mulher recebeu atendimento na Santa Casa de Itatiba e foi liberada.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade