Clique e assine por apenas 5,90/mês

Onda de calor: Inmet emite alerta para risco de morte no estado de SP

Dez cidades registram temperaturas acima da média; pessoas podem sofrer com hipertermia

Por Redação VEJA São Paulo - 6 out 2020, 16h42

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu nesta terça-feira (6) um alerta para o perigo de morte por hipertermia. Além de áreas de São Paulo, é preciso redobrar a atenção em outras partes do Sudeste e do Centro-Oeste, além de áreas do estado do Tocantins. O alerta vale até quinta (8) ou sexta-feira (9), dependendo da localidade.

A hipertermia se dá quando acontece uma elevação da temperatura corporal ou quando o organismo absorve mais calor do que consegue dissipar. Ainda que no Brasil não seja comum haver mortes desse tipo, com as temperaturas mais elevadas do que o normal, as pessoas devem se atentar aos sintomas. O alerta é emitido quando as temperaturas registradas superam em cinco graus a temperatura média em determinada área.

Em São Paulo, são pontos de atenção Campinas, Bauru, Araraquara, Piracicaba, Ribeirão Preto, Araçatuba, São José Do Rio Preto, Presidente Prudente, Marília e Assis. Em situações de emergência, contate a Defesa Civil pelo telefone 199. Hidrate-se, use filtro solar e evite atividades físicas em horários de calor extremo. 

O ano de 2020 está sendo marcado por extremos. Além do calor intenso, São Paulo também registrou chuva além do normal no início do ano.

Continua após a publicidade
Publicidade