Academia fecha e esquece aluno dentro de vestiário

Homem teve de chamar a polícia para sair da SmartFit de Santa Cecília

O advogado Vitor Leal afirma ter ficado preso dentro da academia SmartFit de Santa Cecília na noite de terça-feira (8). No Twitter, o homem contou que precisou chamar a polícia para conseguir sair do local.

No relato, Leal explica que, depois de realizar exercícios físicos no estabelecimento, subiu até o vestiário para buscar sua mochila, quando as luzes foram apagadas. Ele conta também que eram aproximadamente 23h, horário em que a academia fecha.

Ao sair do banheiro, notou que o local já estava fechado e que já não havia nenhum funcionário ali dentro. Tentou então entrar em contato com a SmartFit, mas não encontrou nenhum canal de comunicação direta.

Enquanto relatava a desagradável experiência na rede social, o advogado decidiu chamar a polícia para tirá-lo dali. “A polícia me salvou gente, saí bem humilhado por uma fresta que os polícia (sic) conseguiram fazer na porta pelo lado de fora”, disse.

Veja o relato completo:

A academia, por meio de sua assessoria, lamenta o ocorrido e esclarece que está em contato com o aluno para auxiliá-lo da melhor maneira possível.

+ OUÇA O PODCAST Empoderar garotas – É tudo isso mesmo?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Luiz Chevelle

    Os “polícia”, advogado?