Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Homem morre espancado em estação de metrô de São Paulo

A agressão foi na Dom Pedro II, no centro, na noite de domingo (25). Segundo testemunhas, a vítima teria defendido um morador de rua homossexual

Por Da Redação Atualizado em 26 dez 2016, 13h40 - Publicado em 26 dez 2016, 12h17

Um homem foi espancado até a morte dentro da estação de Metrô Dom Pedro II, no centro, na noite de domingo (25). De acordo com informações da Polícia Militar, que atendeu a ocorrência por volta das 21h, a agressão foi promovida por dois sujeitos e aconteceu perto das catracas. Eles fugiram do local após o crime

De acordo com testemunhas, a vítima, de 54 anos, era um vendedor ambulante que trabalhava nos arredores da estação há mais de 20 anos. Conhecido como Sr. Luis, o Índio, ele era casado há 9 anos com Maria Aparecida, sua ajudante na barraca. A agressão teria acontecido porque ele defendeu um morador de rua homossexual que estava sendo agredido por dois homens supostamente de uma turma de skinheads.

A investigação do caso segue com a Polícia Civil no 1º Distrito Policial da Sé. A Secretaria de Segurança Pública informou que a identificação dos criminosos pode acontecer após a análise das câmeras de segurança do local. Elas foram solicitadas para auxiliar na investigação. O boletim de ocorrência foi registrado como homicídio qualificado.

O Metrô informou que agentes prestaram os primeiros socorros para a vítima, que foi socorrida com vida mas morreu no hospital.

A acusação de possível ataque de grupo de intolerância também será apurada.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade