Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Esse hábito comum pode destruir seu aparelho celular

O alerta é de Wissam Mohamed Atie, da assistência técnica Rei do iPhone; confira outras dicas

Por Redação VEJA São Paulo 5 abr 2018, 16h35

Costuma deixar o celular no banheiro quando o chuveiro está ligado? Esse hábito pode doer no bolso. De acordo com Wissam Mohamed Atie, da assistência técnica Rei do iPhone, em ambientes úmidos como esse, os componentes da placa oxidam com o vapor d’água, diminuindo a vida útil do aparelho ou até estragando o aparelho.

Outra dica: quando, por acidente, o telefone cai na água, há quem o coloque dentro de um recipiente com arroz. A manobra, no entanto, pode piorar ainda mais a situação. Por manter o líquido “preso” nas partes internas do celular. Em casos como esse, o melhor é desligá-lo. Além disso, não plugue-o ao carregador e procure a assistência técnica mais próxima.

Outra dúvida comum é se carregar o celular durante a noite prejudica o aparelho. Não, mas se utilizar cabos piratas, grandes são as chances da bateria ficar viciada e acabar bem rapidinho, seja qual for a duração da carga.

Para fazer o cabo original durar mais, evite desplugar o celular da energia puxando pelo fio. Retire-o sempre pressionando o encaixe com os dedos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade