Clique e assine por apenas 6,90/mês

Rei do iPhone inaugura “Sírio-Libanês” dos celulares

O novo espaço tem quinze guichês, 100 cadeiras na área de espera, quatro televisores de 49 polegadas com resolução 4K e telão de 65 polegadas

Por Mariana Rosario - Atualizado em 12 ago 2017, 13h50 - Publicado em 11 ago 2017, 18h07

Em abril do ano passado, o técnico de celulares Wissam Mohamed Atie reparou um problema simples relacionado à bateria de um iPhone 6 sem cobrar nada. O mesmo trabalho havia sido orçado por um concorrente em 180 reais. O cliente satisfeito fez a honestidade da empresa correr as redes sociais e trouxe fama ao Rei do iPhone, endereço de apenas 8 metros quadrados na Rua Santa Ifigênia, no centro.

Desde então, o empresário inaugurou outras duas lojas. Agora, a rede dá seu principal passo: a abertura, neste sábado (19), da maior e mais moderna das unidades. O imóvel, de 250 metros quadrados, passou por uma reforma de cerca de 100 000 reais e provoca inveja nos rivais da região, que costumam ocupar boxes pouco charmosos em minishoppings.

É bem iluminado e ostenta design moderno. “É o ‘Sírio-Libanês’ dos celulares”, compara o empresário, referindo-se a um dos melhores hospitais da cidade. Com a chegada do “primo rico”, um dos antigos pontos da marca fechou as portas.

Atie: cerca de 100 000 reais investidos na reforma Reinaldo Canato/Veja SP

Foram instalados quinze guichês de atendimento, 100 cadeiras na área de espera, quatro televisores de 49 polegadas com resolução 4K, um telão de 65 polegadas e wi-fi gratuito. Para atender à demanda, o endereço conta com 32 funcionários treinados para ajudar, por exemplo, fregueses com a tela do celular trincada (150 a 550 reais o reparo) ou ensinar de graça os menos habilidosos a usar o aparelho.

“Além de cuidar de assistência técnica, quero produzir vídeos falando de tecnologia”, afirma Atie, de olho na possibilidade de virar também o rei do YouTube.

Rei do iPhone. Rua Santa Ifigênia, 78. Seg. a sex., 9h às 18h; sáb., 9h às 16h. www.facebook.com/reidoiphonesp.

Continua após a publicidade
Publicidade