Clique e assine por apenas 6,90/mês

Governo anuncia financiamento especial para despoluição do Rio Pinheiros

João Doria prometeu rio limpo até 2022

Por Redação VEJA São Paulo - 7 jan 2020, 18h32

O governo de São Paulo anunciou que vai financiar projetos para a despoluição do Rio Pinheiros que, afirma a administração, será limpo até 2022. As empresas vencedoras dos editais públicos da Sabesp contarão com o financiamento do estatal Banco Desenvolve SP.

Segundo o governo, os ganhadores do certame terão uma linha de crédito com valores especiais, com taxas a partir de 0,17% ao mês, mais o valor da taxa básica de juros, a Selic. Em agosto, o governo havia divulgado que as obras do projeto chamado de Novo Rio Pinheiros foram dividas em quatorze lotes.

Os investimentos chegam a casa dos 1,5 bilhão de reais. Segundo a administração estadual, cerca de 3,3 milhões de pessoas serão beneficiadas pela medida. Além de moradores da cidade de São Paulo, o projeto deve beneficiar Embu das Artes e Taboão da Serra.

As obras serão contratadas em um modelo de performance. A empresa vencedora da licitação fica responsável por todas as obras de “ampliação e adequação do sistema de esgotamento sanitário e sua remuneração depende do resultado obtido”, afirma o governo.

Continua após a publicidade
Publicidade