Continua após publicidade

10 desculpas inusitadas de motoristas que tentaram escapar do bafômetro em SP

Olhos vermelhos por conta da poluição e até término de noivado estão entre as justificativas, de acordo com levantamento do Detran

Por César Costa
Atualizado em 27 Maio 2024, 19h40 - Publicado em 31 ago 2021, 11h21

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, Detran.SP, publicou um levantamento sobre as principais desculpas utilizadas para tentar “escapar” do teste do bafômetro. Apesar das justificativas criativas, os números da entidade demonstram que infringir a lei não compensa.

No ano de 2021, foram julgados até junho 177 recursos de motoristas que foram pegos no bafômetro. Desses, somente 18 foram deferidos, o que representa aproximadamente 2% do total. Segundo os artigos 165 e 165A do Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sob a influência de álcool ou recusar a fazer o teste do bafômetro são infrações consideradas gravíssimas. Elas podem levar a suspensão do direito de dirigir por um ano e uma multa de quase 3 000 reais.

Confira a abaixo as “desculpas” mais criativas para tentar escapar do teste do etilômetro.

  • O motorista estava triste por ter terminado um noivado e decidiu beber para afogar as mágoas
  • Gripado, diz ter tomado um remédio feito com mel, vinho do porto e gema de ovo. O coquetel pode até oferecer benefícios ao indivíduo, mas não é uma bebida alcoólica.
  • O condutor diz ter comido bombons de licor
  • Usou enxaguante bucal e engoliu sem querer
  • Diz estar com os olhos vermelhos por conta da poluição de São Paulo e que já estava se dirigindo a um lugar para descansar
  • Estava com prótese dentária e não queria realizar o bafômetro para evitar constrangimento perante as pessoas que estavam no local
  • Precisou fazer uma sucção na mangueira de combustível do carro devido a problemas com o carburador e acabou ingerindo acidentalmente álcool
  • Após beber vinho, foi até o carro para ouvir os CDs guardados no veículo estacionado em frente à residência e adormeceu, sendo surpreendido com a chegada das autoridades.
  • Comeu em um jantar um prato que continha vinho em sua preparação
  • Tomou um café com conhaque após levar uma amigo na rodoviária para melhorar sintomas da gripe

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.