Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

China dá previsão para envio de novo lote de insumos para vacina

Informação foi divulgada por João Doria; produção da CoronaVac está paralisada desde sexta (14) por falta de matéria-prima

Por Redação VEJA São Paulo 17 Maio 2021, 15h16

O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (17) que o Instituto Butantan recebeu uma previsão para o envio de novos insumos para produção da CoronaVac, paralisada desde a última sexta (14). A informação é que devem chegar no dia 26 de maio 4 000 litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), fundamental para a produção da vacina, o que possibilitará que o instituto produza 7 milhões de novas doses.

“Boa notícia! O Butantan recebeu nesta manhã da China a previsão do envio de nova remessa de insumos ao Brasil para produção da Vacina do Butantan. A chegada do novo lote com 4 mil litros de insumos, capazes de produzir 7 milhões de doses da vacina, está prevista para o dia 26/05”, comemorou o governador em post de rede social.

O Butantan estava sem previsão do governo chinês para o recebimento de novos insumos para a vacina contra a Covid-19. Falas do presidente Jair Bolsonaro podem ter atrapalhado o processo de envio por parte da Sinovac, laboratório que trabalha em conjunto com o instituto para a produção da CoronaVac.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade