Cartas da edição 2551

A opinião do leitor

Capa

O celular hoje virou uma arma. Com esse aparelho nas mãos, as pessoas não se preocupam com mais nada, mesmo dirigindo (“Ligações perigosas”, 11 de outubro). O tempo para frear ou evitar um acidente é tão curto que não dá para fazer nada. Só uma lei dura e multas muito mais pesadas podem resolver isso. Marieta Barugo, via Facebook

Quando as seguradoras pararem de pagar indenização em casos de acidente causado pelo uso do celular, isso muda. Elas deveriam investigar qual foi a última vez que a pessoa entrou na rede social ou atendeu o telefone. Fabellorio Bellorio, via Facebook

As pessoas perderam o respeito, o bom-senso. Ninguém está nem aí. Karina Rosa, via Instagram

Falar, digitar, gravar vídeo… O povo perdeu o senso! Karina Esteves F. Galdini, via Instagram

Sempre critico quem usa o aparelho ao volante. As pessoas acabam passando por uma tragédia anunciada. Ana Maria de Campos Rolim, via Instagram

Cirque du Soleil

Fui assistir a Amaluna. É simplesmente lindo e encantador. Valeu cada centavo (“Atrás do picadeiro”, 11 de outubro). Luciana Nakandakari de Oliveira Souza, via Facebook

Ney Latorraca

Tive o privilégio de ver Vamp — O Musical e fiquei apaixonada (“A volta por cima de Ney Latorraca”, 11 de outubro). Ney é fabuloso e Claudia Ohana,
uma diva! O elenco todo é espetacular. Fabiana Costa, via Facebook

Ney Latorraca é um ator extraordinário e faz de qualquer peça um sucesso. Sanddra Rois, via Facebook

Transporte para mulheres

Minha primeira corrida com o Lady Driver foi com a Simone Basílio, que aparece na foto da reportagem (“Corridas femininas”, 11 de outubro). Ela me deixou encantada com o atendimento. Desde então uso sempre o aplicativo, e todas as motoristas são maravilhosas comigo. Carol Mascarenhas, via Facebook

Para o serviço ser perfeito, só é preciso aumentar o número de carros. Assim, teremos certeza de que conseguiremos uma motorista em qualquer lugar, a qualquer hora. Suzy Tiosso, via Facebook

Que bela notícia. Nunca tive nenhum problema com motoristas homens, mas sempre fico muito tensa. Regina De Stefano, via Facebook

Que haja sempre a especialização dos serviços e que o melhor seja ofertado aos clientes. Paulo Ramos, via Facebook

Ivan Angelo

Li a sua crônica e fiquei muito emocionada, pois ela me levou ao passado, com saudade (“O movimento bípede”, 11 de outubro). Comi várias vezes a
maionese de batatas com salsicha do Salada, que na época parecia deliciosa. Ilse J. Schaefer

Comer & Beber

Logo após a publicação do ranking dos melhores rodízios japoneses, percebemos com muita alegria a visita de novos clientes à casa (“VEJA COMER & BEBER 2017/2018”, 27 de setembro). É claro que o fato de termos galgado à quarta posição, depois de termos ocupado a décima, nos fez vibrar como nunca, mas o aumento no movimento só pode ser atribuído à força do trabalho da revista. Regina, Clara e Alice Kozaka, sócias do restaurante Kozaka

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s