Clique e assine por apenas 6,90/mês

Após morte de Carol Bittencourt, Álvaro Garnero volta a se pronunciar

Os dois namoraram durante cinco anos, até 2009; “Nem sei se consigo escrever", postou ele

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 29 Apr 2019, 19h23 - Publicado em 29 Apr 2019, 18h57

Após a confirmação da morte da modelo Caroline Bittencourt, 37, em um acidente marítimo neste domingo (28) na região de Ilhabela – ela estava desaparecida até a tarde desta segunda (29) -, o apresentador Álvaro Garnero voltou a se pronunciar.

Pelo Twitter, ele já havia pedido preces para a antiga namorada, com quem ficou até 2009. Depois da triste notícia do falecimento, Garnero postou: “Nem sei se consigo escrever. Carol foi parte importante da minha vida por cinco anos.

Seguiu: “Uma relação de cinco anos não acaba (…) Só posso desejar agora toda força do mundo para o Jorge, que sei que fazia Carol ser uma mulher muito feliz”, falou sobre o atual marido da modelo, Jorge Sestini, com quem a moça trocou alianças no começo do ano e que também estava na lancha, porém conseguiu se salvar.

Confiras as mensagens:

Continua após a publicidade

Publicidade