Clique e assine por apenas 6,90/mês

Bruno Covas confirma candidatura à reeleição para a prefeitura

Tucano falou que pretende fazer alianças com partidos de esquerda e direita

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 2 Jan 2020, 14h40 - Publicado em 2 Jan 2020, 14h37

O prefeito Bruno Covas (PSDB) confirmou na manhã desta quinta-feira (2) que irá se candidatar para as eleições municipais da capital em 2020. Em entrevista para a rádio CBN o tucano falou sobre os planos para continuar na prefeitura. “Falei que só iria falar das eleições em 2020. Chegou a hora. Sou candidato à reeleição“, disse.

Covas comentou também que o plano é formar aliança com o maior número possível de partidos, inclusive os de esquerda. “Você tem Cidadania, Rede, PSB”, disse. O prefeito luta contra um adenocarcinoma, um tipo de câncer na região de transição do esôfago para o estômago, além de uma metástase no fígado e uma lesão nos linfonodos.

Questionado por um ouvinte da rádio sobre usar a rede privada para o tratamento  — Covas realiza suas sessões de quimioterapia no Hospital Sírio Libanês  — disse que “quem paga a conta do tratamento é o meu plano de saúde, que eu pago todo mês. A gente vive em um país de economia aberta. Não sou obrigado a ter um tipo único de tratamento. A gente não vive em um país comunista, é um país capitalista”.

Em outubro João Doria havia confirmado seu apoio a Covas para as eleições municipais, em meio a possível candidatura para a prefeitura de Joice Hasselmann, do PSL, a quem o governador se refere como “amiga”. “Meu candidato é Bruno Covas“, disse. “Joice tem todo o direito de disputar a eleição. Não pelo PSDB, obviamente, porque já temos candidato. Ela engrandece o debate eleitoral, ao meu ver”, afirmou na ocasião.

Publicidade