Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Horário de bares é reduzido e de shoppings, ampliado em São Paulo

Medida começa a valer já neste sábado (12) por 30 dias, que podem ser prorrogados; veja o que muda

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 12 dez 2020, 12h02 - Publicado em 11 dez 2020, 14h33

Os horários de funcionamento de bares serão reduzidos e os de shoppings ampliados em São Paulo, anunciou o governo estadual nesta sexta-feira (11). A medida é uma tentativa de reduzir o aumento de número de casos de Covid-19 no estado.

A partir deste sábado (12), bares deverão fechar às 20h em vez das 22h. Restaurantes continuam podendo operar até as 22h, mas devem parar de servir bebidas alcoólicas às 20h. Os shoppings podem funcionar por 12 horas, também a partir de sábado. A ideia é evitar aglomerações em meio às compras de fim de ano. A medida vale por 30 dias, que podem ser prorrogados.

“Nós vimos que era muito importante realizar um ajuste na fase amarela para expansão do funcionamento do comércio de 10 para 12 horas, mantendo a capacidade de 40%. Foi uma decisão técnica entre saúde e comércio para que possamos atender a necessidade de maior espaçamento entre as pessoas, evitar aglomerações, para que todos possam ter suas necessidades agora do fim do ano atendidas, mas com responsabilidade, com segurança”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

O governo anunciou também falou sobre o número de leitos de UTI. “Uma notícia importante é a manutenção, a garantia de 2 mil leitos de UTI do SUS para esse enfrentamento. Lembrando que no momento pré-pandemia, a Secretaria de Saúde contava com 3,5 mil leitos de UTI. Este número foi ampliado para 8,5 mil leitos de UTI, mais 140% de aumento. Sendo que destes 8,5 mil leitos, 2 mil não estão habilitados pelo Ministério da Saúde. Então o anúncio do governo do estado de São Paulo hoje é que ele garantirá o funcionamento desses 2 mil leitos para atendimento dos pacientes Covid”, disse Eduardo Ribeiro, secretário-executivo da Saúde.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade