Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Avião carregado de vacinas contra Covid entra em rota de colisão com aeronave

Jato que levava imunizantes era do governo do Paraná; FAB investiga o episódio

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 20 jan 2021, 21h10 - Publicado em 20 jan 2021, 21h09

Uma aeronave do governo do Paraná que saiu de Curitiba entrou por alguns minutos em rota de colisão com um voo da Gol que partiu do Aeroporto de Guarulhos. O caso é apurado pela Força Aérea Brasileira: o avião paranaense transportava doses da CoronaVac para Londrina. O caso foi revelado pelo G1.

De acordo com o governo paranaense, o piloto automático do jato monomotor fez uma curva errada, entrando na rota do voo da Gol. Controladores de tráfego aéreo orientaram o avião da empresa a subir ou descer na rota, para evitar uma colisão com a aeronave.

A gestão do Paraná informou que o caso foi um incidente e disse ainda que os pilotos demoraram alguns minutos para conseguir resolver o problema e desligar o piloto automático da aeronave. Em nota, a Gol afirmou que o voo, que seguia de Guarulhos para Curitiba, teve que realizar um novo procedimento de pouso na capital paranaense após “solicitação do controle de tráfego aéreo”.

O governo do Paraná disse que “não gouve um acidente, mas um incidente. Na dinâmica da aviação, foram tomadas medidas técnicas mitigadoras para manter a segurança de voo”.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade