Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Aquário de SP reabre com longas filas e arrecada toneladas de alimentos

Alta procura provocou aglomeração nas calçadas; apenas no sábado, campanha recebeu 1 960 quilos de doações

Por Redação VEJA São Paulo 25 abr 2021, 14h00

O Aquário de São Paulo, na zona Sul da cidade, registrou forte procura do público neste fim de semana, após ser reaberto na flexibilização das medidas de isolamento do governo do estado.

A atração teve longas filas na manhã de domingo (25), o que provocou aglomeração de pessoas nas calçadas. No sábado (24), o movimento também foi intenso.

A presença de público está limitada a 25% da capacidade, o que significa que são permitidos mil visitantes por dia. Os ingressos estão sendo trocados por dois quilos de alimento, para ajudar na mitigação da crise social provocada pela pandemia, em ação feita em conjunto com a ONG Gerando Falcões.

Apenas no sábado, o Aquário arrecadou 1 960 quilos de alimentos para a campanha. Além disso, teve mais de 500 agendamentos pelo site, o que ajudou a provocar as longas filas no domingo. Os seja, apenas com as entradas e os agendamentos feitas ontem, a campanha se aproximou de 3 toneladas de doações.

“A cota de visitantes deste domingo já foi atingida. Quem está na fila vai receber ingressos para voltar em outros dias, mas não adianta vir para a fila à tarde, vamos parar a distribuição para evitar mais aglomerações”, diz Wagner Belmonte, um dos organizadores da ação.

As doações devem se concentrar em produtos básicos da alimentação, como arroz, feijão, macarrão, fubá, leite em pó e outros produtos não perecíveis. A distribuição será de responsabilidade da Gerando Falcões.

Continua após a publicidade
Publicidade