Clique e assine por apenas 6,90/mês

Após cobranças, Weintraub informa novas datas para o Sisu

Inscrições deveriam ocorrer entre terça (16) e sexta (19); programa foi adiado para julho

Por Redação VEJA São Paulo - 16 Jun 2020, 14h34

Nesta terça (16), o Ministério da Educação alterou o período de inscrições para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2020/2 – que seria aberto hoje – para julho. O programa oferta vagas em universidades públicas federais com base na nota do Enem.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, havia divulgado em seu perfil no Twitter no dia 11 de maio que as inscrições deveriam ocorrer entre os dias 16 e 19 de junho, informação confirmada posteriormente pelo MEC. O edital do programa não foi publicado no Diário Oficial da União até o momento.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

No entanto, o site do Sisu não foi atualizado nesta manhã, o que provocou revolta entre os vestibulandos no Twitter. Por volta das 13h, Weintraub informou em seu perfil na rede social que o novo período de inscrições deve ocorrer entre 7 e 10 de julho. Também declarou que o edital deve ser divulgado nos “próximos dias”. Confira a repercussão:

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Vale lembrar que o Enem 2020 ainda não tem data definida. Na semana passada, o MEC abriu uma enquete para que os participantes decidissem as novas datas no site da prova.

Publicidade