Continua após publicidade

Estado socorreu 68 animais feridos por linha de pipa no primeiro semestre

De coruja a pica-pau, todas as espécies atendidas apresentavam lesões ocasionadas por linhas com ou sem cerol

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
10 jul 2023, 15h20

Com a chegada das férias no mês de julho, é comum que crianças e jovens empinem mais pipas do que no resto do ano. O uso de cerol nas linhas, porém, pode ocasionar problemas, como é o caso dos 68 animais feridos que foram socorridos pelo Centro de Triagem e Recuperação de Animais Silvestres de São Paulo (Cetras São Paulo).

+Prefeito de São Paulo sanciona com vetos revisão do Plano Diretor

Entre as 23 espécies distintas que foram atendidas, de coruja a pica-pau, todas estavam com lesões ocasionadas por linhas com ou sem cerol. 

Os acidentes não ocorrem durante a prática de empinar pipa, mas sim com pedaços de linhas que ficam enroscados em árvores, casas, prédios e outras edificações. 

Continua após a publicidade

Outro problema recorrente é que os animais acabam usando essas linhas para produzir seus ninhos. “Isso ocorre principalmente com as maracanãs (Psittacara leucophtalmus) e com o periquito-rico (Brotogeris tirica). Eles substituíram os itens naturais por linhas para forrar os seus ninhos”, explica Lilian Sayuri Fitorra, coordenadora do Cetras. “Durante o desenvolvimento dos filhotes, à medida que eles crescem, eles enroscarem as patas, o que pode resultar em lesões graves ou até mesmo na amputação completa.” 

Os tratamentos podem implicar em implante de penas, pequenas cirurgias e até amputações. 

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.