Clique e assine por apenas 6,90/mês

Allianz Parque inaugura anfiteatro “desmontável” para até 11 000 pessoas

No formato de médio porte, apresentações correm risco menor de ficar com a plateia vazia

Por Juliene Moretti - Atualizado em 14 Feb 2020, 16h03 - Publicado em 25 May 2018, 06h00

No ano passado, o Allianz Parque foi o estádio que mais sediou mega-shows no mundo. Para receber nomes de grande porte, como Phil Collins, Foo Fighters e Ozzy Osbourne, que se apresentaram por lá em 2018, por exemplo, o espaço chega a ser interditado por até uma semana antes e depois do evento. Além das dificuldades logísticas de instalar palco e telões no gramado (e depois recuperá-lo para os jogos de futebol), a configuração atual guarda um desafio extra: nem todo artista tem potencial para preencher os 45 000 lugares da lotação máxima.

De olho nos espetáculos de médio porte, a arena estreia na sexta (1º) um novo modelo de funcionamento, batizado de Allianz Parque Hall. Trata-se de uma formação de anfiteatro coberto para até 11 000 espectadores. “A vantagem para uma produtora de shows é ter uma opção com espaço maior do que o das casas indoor, mas sem correr o risco de ficar com a plateia vazia no estádio inteiro”, explica Rogério Dezembro, CEO da área de entretenimento do grupo WTorre, responsável pela administração.

No segmento, os endereços com capacidade mais próxima são o Credicard Hall, em Santo Amaro, e o Espaço das Américas, na Barra Funda, ambos para até 8 000 pessoas. “O formato facilita a contratação de artistas e fortalece o mercado paulistano em relação à concorrência com outros países”, diz William Crunfli, presidente da produtora Move Concerts Brasil.

Rogério Dezembro,
do WTorre: de olho nas apresentações de médio porte Marcelo Justo/Veja SP

Instalado atrás da linha de um dos gols, o anfiteatro terá seis níveis para a plateia, aproveitando os andares da arquibancada, mais pista e área vip. “Como ficará disposto em degraus, todo o público, independentemente de onde estiver, terá uma boa visão”, diz Dezembro. Para reservar o Hall, o aluguel começa em 110 000 reais.

Continua após a publicidade

Em sete eventos prévios, a equipe técnica fez testes de luz e posicionamento das caixas de som e chegou a um formato expresso de desmontagem da estrutura em no máximo seis horas. Atração da abertura, a apresentação de Ivete Sangalo e Gilberto Gil está concorrida: restam entradas para o setor mais barato, de 120 reais. A próxima sessão confirmada nessa configuração é com Jorge Ben Jor.

Publicidade