Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Publicidade
São Paulo nas Alturas Por Raul Juste Lores Redator-chefe de Veja São Paulo, é autor do livro "São Paulo nas Alturas", sobre a Pauliceia dos anos 50. Ex-correspondente em Pequim, Nova York, Washington e Buenos Aires, escreve sobre urbanismo e arquitetura
A região, que vive momento delicado, vê o térreo de seu maior prédio na Praça do Patriarca se tornar uma garagem improvisada para carros oficiais
"Florença paulista" possui diferencial histórico e precisa saber preservar suas características únicas e evitar repetir erros de outras estâncias turísticas
Hoje primeiro-ministro do país, o artista Edi Rama foi prefeito e convocou amigos para colorir e transformar a cidade sem obras bilionárias
A venda de potencial construtivo, o instrumento público que poderia gerar mais da metade dos 35 milhões que faltam para finalizar a obra, está emperrada
Esse tipo de imóvel foi desestimulado por políticas de governo; reformadas pelo designer Gabriel Valdivieso, unidades estão para alugar em Santa Cecília
O arquiteto Hans Broos conseguiu fazer o que diferentes religiões patinaram no Brasil do século XX: grande arquitetura que remeta à existência de Deus
No Centro, a presença de frequentadores nos espaços dos restaurantes nas calçadas trocou carros ou acúmulo de lixo por mesas, verde e mais segurança
Ela liderava um dos maiores escritórios da cidade, com projetos como o Pop XYZ, residencial sem grades nem muros e comércio no térreo na Vila Madalena
A mulher que liderava um dos maiores escritórios de arquitetura de São Paulo enfrentava um câncer no cérebro
No enfrentamento da pandemia, a cidade mostrou que entende a importância da economia criativa e todo mundo pegou a carteira (e o violão) para ajudar
Complexo em área nobre da cidade já está subutilizado há décadas, com cada vez menos eventos, competições e shows
Regiões famosas pela qualidade de vida, como a portenha Recoleta, chegam a ter quatro vezes o número de habitantes por quilômetro quadrado que Itaim e Moema
Arquiteto faz parte da geração mais cosmopolita da arquitetura brasileira e trabalhou para Rino Levi, Oswaldo Bratke e Vilanova Artigas
Intervenções rápidas e baratas são urgentes antes que o mais rico distrito corporativo de São Paulo definhe
O investimento em áreas afastadas do Centro deve ter o propósito de promover o acesso do cidadão à cidade, e não de isolá-lo em seu bairro
Aberta pela antiga Light em 1908, a represa tem 26 quilômetros quadrados e, há exatos 100 anos, projetos para região são prometidos
É fundamental que a rua, com mais de 350 espaços comerciais fechados, crie logo seu “distrito de melhorias”, para tomar as rédeas da regeneração
Só metade dos 240 apartamentos foi entregue; reurbanização da área, que previa praça, telecentro, quadra poliesportiva e jardim arborizado não começou ainda
Falta uma seleção urgente de estabelecimentos que atraiam para o complexo com boa relação com a calçada o público jovem que frequenta a Augusta
Publicidade