Clique e assine com até 89% de desconto
Arte ao Redor Tatiane de Assis é repórter da Veja SP. Acredita que as artes visuais podem aproximar pessoas e descortinar novas facetas da vida.

Bienal de São Paulo anuncia adiamento da data de abertura

A pandemia do coronavírus, que afetou toda a programação cultural do país e do mundo, motivou a mudança

Por Tatiane de Assis 25 mar 2020, 11h14

Em nota divulgada na manhã desta quarta (25), a Bienal de São Paulo comunicou o adiamento da realização da mostra, que abriria para o público em 5 de setembro. A nova data agora é 3 de outubro, com término previsto para 13 de dezembro. A decisão, segundo os organizadores, foi tomada por conta da pandemia de coronavírus.

A 34ª edição da Bienal de São Paulo, com curadoria do italiano do Jacopo Crivelli, adotou um modelo descentralizado, com mostras realizadas desde fevereiro, mantendo ainda a grande exposição agora prevista para outubro. Esse último evento, por sua vez, seria acompanhado por pequenas exibições em outras instituições espalhadas pela cidade. Ainda não há informações se essa rede será mantida.

O que está confirmado até agora é que as exibições de Clara Ianni e Deana Lawson, bem como as performances de autoria de León Ferrari e Hélio Oiticica, marcadas entre abril e agosto, serão incorporadas ao grande evento.

  • Publicidade