Clique e assine com até 89% de desconto

Home office: aprenda a organizar a rotina de trabalho em casa

Com surto de pandemia da Covid-19, profissionais dão dicas para administrar tarefas e manter a produtividade

Por Humberto Abdo Atualizado em 25 mar 2020, 12h55 - Publicado em 25 mar 2020, 09h47

Em tempos de isolamento social, profissionais passaram a adaptar suas rotinas de trabalho dentro de casa. Com o aumento de casos do novo coronavírus em São Paulo, o governo decretou a instalação de uma quarentena obrigatória de 15 dias desde desta terça-feira (24) para todos os 645 municípios do Estado.

Para muitos, agora, o escritório é na mesa da sala.

“Descobri que já vivia em quarentena”, brinca Mariana Thomaz, que trabalha na área de marketing com a SenseData. Hoje, Mariana vive em Ribeirão Preto, mas se comunica com uma equipe localizada em São Paulo. “Sinto que perco muita piada interna por não estar no escritório, mas tudo é gerenciável e as vantagens são maiores que as desvantagens.”

“É uma rotina metódica de muita disciplina”, define Felipe Samy, COO da plataforma Gofind. Para listar as tarefas e não perder o foco, ele conta com a ajuda de ferramentas virtuais. “Tenho hora para entrar e sair do trabalho e na agenda também incluo atividades pessoais, como academia e natação”, resume.

Fernanda Pollo Leite, que trabalha em uma multinacional especializada em bens e consumos, mantinha dois dias por semana em home office antes da pandemia. Desde 2018, essa foi a alternativa da empresa para diminuir o tamanho da sede e revezar os funcionários em trabalho presencial.

“Não tive dificuldade para me adaptar e gostei bastante porque diminuía meu tempo no trânsito, um tempo que consigo usar para tarefas em casa”, relembra. “Agora que estou só em casa, sinto falta do contato direto com o chefe e os parceiros, algo importante para trocar ideias porque a informação flui mais rápido.”

Marcio Eduardo, da empresa de design e inovação ilegra, trabalha em home office há mais de 20 anos. “Desde a época em que não tinha internet”, pontua. Pela sua experiência, as interações presenciais ainda são fundamentais. “Em conversas operacionais e rotineiras, o próprio cliente gosta de trabalhar remotamente”, exemplifica. “Mas para discutir problemas e contratos, olhar no olho ainda faz toda a diferença… Tem que ter esse equilíbrio.”

Abaixo, listamos sete dicas para coordenar seus dias de trabalho dentro de casa:

Vista-se para o trabalho

Em dias quentes, shorts e pés descalços até estão liberados – e são, afinal de contas, um dos prazeres de quem trabalha em casa –, mas é essencial trocar de roupa após acordar, mantendo o mesmo processo de quem se arruma para ir ao escritório. Além disso, respeitar o ritual de “chegar” ao trabalho ajuda a alertar a mente sobre o início do expediente.

Continua após a publicidade

Vestir algo adequado também é importante para a possibilidade de participar de videoconferências, recurso comum entre muitas empresas durante o isolamento. “Tem que ser uma roupa profissional sim, para mostrar ao cérebro quando é hora de trabalhar e quando é hora do lazer”, defende Felipe Samy. “Trabalhar de pijama sentado na cama não existe.”

Organize sua mesa antes de começar

Embora algumas pausas sejam necessárias, evite levantar com frequência para não se distrair tanto e interromper o fluxo de trabalho. Nessas horas, deixar tudo pronto antes de iniciar o expediente é ideal. Encha a garrafa d’água, deixe o álcool gel em cima da mesa e mantenha canetas, papéis e outros materiais sempre próximos ao local de trabalho. “Deixar tudo na mão e o espaço de trabalho organizado ajuda a não desviar a atenção”, opina Fernanda. “Então deixo tudo pronto, com água e lanches preparados, e sento para trabalhar.”

Tenha uma cadeira confortável

Assim como trocar de roupa ajuda a “avisar” o corpo e a mente que a hora de trabalhar está próxima, ter um ambiente confortável também é recomendável. Após definir um espaço fixo para os dias de trabalho e deixar a mesa arrumada, escolha uma cadeira acolchoada e ergonômica, pois é nela que você vai ficar por pelo menos oito horas diárias. Felipe Samy usa um modelo popular entre os gamers, revestido em couro, com rodinhas, almofada na região da nuca e regulagem de altura no encosto e braços.

ao trabalho 4
Em casa: organize a mesa antes de iniciar o expediente Fernanda Tricoli/Divulgação

Monte um cronograma e preste atenção aos horários

Os horários em que cada pessoa se sente mais disposta e produtiva podem variar. Se tiver essa liberdade, separe as tarefas mais complexas para o período em que estiver mais concentrado e descansado. A estratégia é uma maneira de aproveitar o tempo e energia que seriam gastos no trânsito e na agitação do transporte público. “Quando vou ao escritório, tenho uma hora de deslocamento e chego às 9h, então costumo começar o home office um pouco antes disso”, sugere Fernanda.

Mariana Thomaz observa que o tempo de expediente pode se estender pela comodidade de estar em casa. “Eu tento trabalhar certinho das 9h às 18h, mas o pessoal que está fazendo home office pela primeira vez já deve estar percebendo que você acaba começando antes e terminando depois”, alerta. “O principal é criar uma agenda, definir o que você vai fazer naquele dia, quais atividades são mais importantes e conhecer seu horário mais produtivo, de manhã ou à tarde.”

Controle as refeições

Cumprir o horário em que normalmente sairia para almoçar ajuda a preservar a sensação de rotina. Além do almoço, planeje com antecedência o que irá comer no dia, do café da manhã aos lanchinhos, para resistir à tentação de abrir a geladeira toda vez que for levantar para uma pausa ou para ir ao banheiro – a facilidade de ir à cozinha para pegar um doce, acredite, nunca vai passar despercebida na vida de quem trabalha em casa. Outra dica: confira aplicativos que ajudam a monitorar a alimentação e dão dicas para cuidar da saúde física e mental.

Dedique tempo para descansos e lazer

Ao terminar uma tarefa, presenteie-se com algum descanso ou distração. “Qualquer coisa que recompense aquele término da atividade”, explica Marcio Eduardo. “Eu tomo um cafezinho, brinco com o cachorro e cinco minutos depois retomo o trabalho.” Fora do expediente, tente fazer exercícios físicos e se distrair com lazeres pessoais. “É preciso manter o corpo em atividade também”, observa Samy.

Fique conectado

Manter contato com os colegas de trabalho, ainda mais durante uma pandemia mundial, diminui a sensação de isolamento. Na falta de uma pausa para conversar no café da firma, mande mensagem para trocar ideias ou simplesmente perguntar como foi o almoço e que horas pretendem encerrar o expediente.

  • + OUÇA O PODCAST #SPsonha

    Continua após a publicidade
    Publicidade