Carlinhos, o inventor do sanduíche arais, está em outro endereço

O restaurante de especialidades armênias fica agora a duas quadras de distância do endereço onde funcionou por 18 anos

Desde a última quinta (14), o Carlinhos está em seu quarto endereço. Uma instituição do Pari, numa região com raríssimas ofertas gastronômicas de qualidade, o restaurante migrou de um imóvel na Rua Rio Bonito, que funcionou até o dia 9, para outro ponto a apenas duas quadras de distância.  Fica agora no número 1476 da Rua João Teodoro, no interior do complexo Mega Polo Moda, um dos shoppings mais famosos do Brás, dedicado ao atacado de roupas femininas. O restaurante está em uma área independente do centro de compras, mais precisamente no bulevar que dá acesso a ele.

“Estamos levando o forno, as receitas e a tradição. Só queremos dar mais conforto aos nossos clientes”, diz Fernando Yaroussalian, que junto com o irmão, Fábio, é dono do negócio fundado pelo pai em 1971. O patriarca Carlinhos, ou Missak Yaroussalian (1948-2013) seu nome de batismo, chegou no Brasil em 1948, trazido pelos pais com apenas três anos de idade junto de seus dois irmãos. De origem armênia, a família vinha de Damasco, capital da Síria.

No bulevard do shopping atacadista de moda: 140 lugares

No bulevard do shopping atacadista de moda: 140 lugares (Divulgação/Divulgação)

Antes de ter uma lanchonete com o nome com o qual ficou conhecido, Yaroussalian trabalhou com o avô vendendo secos e molhados na feira, teve um mercadinho no Canindé e, só depois, decidiu-se aventurar na cozinha. E foi uma aventura mesmo.

“Quando meu pai montou a primeira lanchonete na Rua Maria Marcolina [no Brás] logo depois de casar com minha mãe, ele não sabia fritar um ovo”, entrega Fernando. Para se virar no fogão, comprava livros como Dona Benta — um parênteses: livro amado por minha mãe, Irene, e do qual tive o prazer de fazer a apresentação no início deste novo milênio.

Com certeza, Carlinhos tinha mão boa para temperos e seus sanduíches e salgados caíram no gosto da clientela.

Arais com queijo: uma das versões do sanduíche criado por Yaroussalian, pai

Arais com queijo: uma das versões do sanduíche criado por Yaroussalian, pai (Divulgação/Divulgação)

Aberta em 1971 com 25 lugares, a primeira casa de lanches fazia o sucesso com pedidas como coxinhas, empadas e pão na chapa. Com um número sempre crescente de clientes, Carlinhos precisou transferi-la, oito anos depois, para a Rua Muller.

No novo espaço, em vez de uma portinha, tinha 36 lugares. Foi também nesse endereço que surgiu um dos sanduíches mais famosos da casa, o arais. Também começou a servir pratos. Eram os famosos PFs do passado, virado à paulista, bife à role…

Em 1999, migrou para a Rio Bonito, onde permaneceu até o dia 9, sábado da semana passada. Nesse endereço, houve uma mudança ainda maior nas sugestões. Em vez de atender apenas funcionários do Brás, passou a receber também os comerciantes da região. “Ele começou a melhorar o cardápio”, lembra Fernando.

Casa da Rua Rio Bonito: último dia de funcionamento foi o sábado, 9 de fevereiro

Casa da Rua Rio Bonito: último dia de funcionamento foi o sábado, 9 de fevereiro (Arquivo pessoal/Divulgação)

Com capacidade para acomodar 54 clientes, o imóvel do Pari era quase um “latifúndio” de mesas e cadeiras, com o dobro de tamanho do ponto original. Uma nova repaginação ocorreu em 2006, quando Yaroussalian comprou o imóvel vizinho, estendendo a capacidade para 130 lugares.

Sobre a nova mudança, Fernando tem a explicação na ponta da língua. “Fizemos as contas e decidimos que estava na hora de mudar de endereço. O valor gasto em uma reforma não valeria a pena”, pondera. “O investimento na casa nova, com 140 lugares, foi de 880.000 reais”. Como o imóvel da Rio Bonito é próprio, deve ser alugado para outros fins comerciais.

Agora, a promessa é renovar o cardápio, acrescentando mais receitas armênias assim como pratos executivos individuais para atender o público que faz compras no Brás.

As receitas tradicionais continuarão a ser oferecidas. Uma delas é o cordeiro inteiro, com aproximadamente 10 quilos, recheado de arroz, especiarias, carne moída bovina, amêndoa ou pinhole, servido na companhia de brócolis ao alho e óleo e batatinhas douradas. Suficiente para cerca 15 pessoas, a receitas deve ser encomendada com pelo menos três dias de antecedência.

Endereço do Pari: disponível para locação

Endereço do Pari: disponível para locação (Arquivo Pessoal/Veja SP)

Também continuarão por lá o famoso e copiado arais, criado por Carlinhos em 1986. O sanduíche em finas camadas de pão sírio surgiu do desejo de seu inventor de comer esfiha. Como não havia nada pronto, ele decidiu entremear as muitas camadas de pão com cafta. Não tardou para que a receita fosse aprovada pelos clientes e se tornasse um fenômeno de vendas imitado pela concorrência. Para se ter uma ideia, há até uma cozinha separada para preparar o arais.

Pode-se escolher entre a versão tradicional, com carne de cafta, uma versão com queijo mussarela, outra com alho torrado e salsinha, além de uma opção vegetariana preparada com mussarela, tomate, azeite e zátar.

Outra especialidade inalterada no menu é o bastrmá, carne bovina curada com temperos, cuja receitas mais pedida é temperada com especiarias e passada na manteiga. Pode vir ainda na forma de um petisco para partilhar com ovos de gema mole para saborear com pão.

Carlinhos Restaurante
Shopping Mega Polo de Modas
Rua João Teodoro, 1476, Brás, tel. 3315-9474.
Horário: 11h30/15h (sáb. e feriados até 16h30; fecha dom.).

Com reportagem de Gabriela Santos

Valeu pela visita! Volte sempre e deixe seu comentário. Aproveite para curtir minha página no Facebook e minhas postagens no Instagram. As novidades quentes aparecem também no meu Twitter.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s