Clique e assine por apenas 6,90/mês

Mulher é presa em flagrante por traficar animais silvestres na Grande SP

Entre os animais, foram encontrados macacos e jabutis; Autora do crime responderá por maus-tratos

Por Redação VEJA São Paulo - 19 jul 2020, 18h28

A Polícia Militar Ambiental apreendeu animais silvestres e mais de cem roedores em uma chácara em Santana de Parnaíba, Grande SP, na última sexta-feira (17). Uma mulher de 39 anos mantinha os animais irregularmente e foi presa em flagrante.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), a polícia recebeu uma denúncia anônima sobre tráfico de animais. Ao chegar no local, a própria mulher foi quem recebeu os policiais. Antes das buscas, ela tentou esconder os animais, mas eles foram descobertos durante a vistoria.

Foram encontrados um macaco-prego, três saguis, dois jabutis e três tartarugas da espécie tigres d’água, mais de 100 roedores e um canário-do-reino já morto. Os animais foram apreendidos e encaminhados a uma unidade de proteção. A mulher foi detida e responderá por maus-tratos.

Publicidade