Restaurantes

Cardápio de preços atraentes

VEJA SÃO PAULO selecionou dez lugares com opções de almoço mais em conta

Por: Thomás Chiaverini

Gnocchi - Menu executivo - Aguzzo -2219
Nhoque verde com molho de gorgonzola: umas das opções do menu do Aguzzo Cafè e Cucina (Foto: Paulo Bareta)

Aguzzo Caffè e Cucina – 44 reais (segunda a sexta)

Numa casa de esquina, o restaurante italiano recomenda menu executivo que muda semanalmente. Além de duas opções de entrada e três de sobremesa, escolhe-se entre pratos como nhoque verde ao molho de gorgonzola e o pappardelle ao ragu de pato.

Antiquarius – 62 reais (terça a sexta)

O restaurante fundado pelo português Carlos Perico oferece sete receitas rotativas pinçadas do cardápio convencional, entre elas o bacalhau à antiquarius. Completam o pacote entrada, sobremesa e o couvert, que inclui deliciosos bolinhos de bacalhau.

Arábia – 48 reais (segunda a sexta)

Tem farta versão executiva, que começa com um salgadinho como a esfiha e prossegue com uma opção fria, um prato quente e sobremesa. Dá direito ainda a água mineral ou a outra bebida não alcoólica e café. Entre as sugestões, despertam o apetite a salada fatuche e o michui de filé-mignon.

Arturito – 42 reais (terça a sexta)

Sob o comando da chef Paola Carosella, eleita chef do ano pela edição especial “Comer & Beber”, elabora cardápio especial modificado todo mês. A sugestão reúne salada de verduras assadas no forno a lenha, frango assado ao alecrim e crepe de doce de leite para a sobremesa.

+ Menus executivos são opção para comer bem sem gastar muito

Clos de Tapas – 42 reais (segunda a sexta)

Das entradas aos pratos principais, todas as receitas têm formato de tapas, ou seja, são pequenas porções ao estilo espanhol. O menu de almoço não foge à regra e muda mensalmente. Diariamente, os chefs fazem sugestões como a fraldinha acebolada com farofa de pequi e cubos de mandioca.

Raviolini Percussi Menu executivo 2219
(Foto: Mario Rodrigues)

Due Cuochi Cucina – 53 (segunda a sexta)

Opções mais encorpadas ancoram o almoço com direito a couvert, entrada, prato e sobremesa. A rabada com polenta mole salpicada de miniagrião é a dica do chef Paulo Barroso de Barros. Boa sugestão para os dias frios, pode ser arrematada com tiramisu (pavê de queijo mascarpone).

La Brasserie Erick Jacquin – 59 reais (terça a sexta)

Comandado por Erick Jacquin, promete novidades todos os dias no executivo, que traz três escolhas de entrada, três de prato principal e uma de sobremesa. Entre elas, podem aparecer o salmão com creme de aspargo e banana caramelada e o risoto de ragu de cordeiro.

Nicota – 35 reais (terça a sexta)

O mais barato desta seleção de restaurantes combina entrada, duas opções de prato e duas de sobremesa. De tempos em tempos, pode incluir no cardápio, que varia diariamente, a costelinha de porco grelhada no melado de cana na companhia de purê de feijão-preto, arroz e couve.

Varanda – 71,50 reais (segunda a quinta)

Eleita pela edição especial “Comer & Beber” a churrascaria com a melhor carne de São Paulo, a casa investe no almoço executivo. Seus clientes escolhem entre sete cortes, como o bife de chorizo.

Vinheria Percussi – 42 reais (terça a sexta)

Sem cair na rotina, o menu renova-se diariamente. Entre as surpresas da chef Silvia Percussi estão o ravióli de cogumelo eringui ao molho de tomate e o brasato ao vinho tinto com risoto de parmesão.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO