publicidade

Ampliar mapa

Como chegar

Informações e serviço

Encontrou alguma informação errada? Avise

De segunda a sexta: 12h - 23h

/ Sábado: 11h30 - 23h

/ Domingo: 11h30 - 17h

até R$ 70,00

Cartões de crédito: American Express Diners Mastercard Visa

Cartões de débito: Maestro Rede Shop Visa Electron

Acesso para deficientes , Levar vinhos (permite) (Gratuito) , Lugares/Capacidade total 105 , Valet/Manobrista (R$ 20,00) (1) , Vinho em taça

(1) R$ 15,00 de segunda a quarta e R$ 20,00 de quinta a domingo

Resenha por Arnaldo Lorençato e Helena Galante

O Mocotó não é mais o mesmo depois de uma reforma realizada em 2012. Está muito melhor. Embora tenha perdido aquela vistosa estante com centenas de garrafas de cachaça, seus salões ficaram mais confortáveis — um deles ainda mais bonito com um mural do artista plástico mexicano Felipe Ehrenberg. Na cozinha, Rodrigo Oliveira divide as tarefas com José Oliveira, seu pai e fundador da casa. Aliás, é seu Zé que faz questão de acompanhar até hoje o tempero das receitas. Por um precinho sempre camarada, são expedidos pratos para guardar na memória. É o caso do escondidinho de carne-seca (R$ 26,90), feito com propriedade. Surpreendente, o joelho de porco (R$ 38,90), quase se desmanchando ao toque do garfo, recebe a companhia de cuscuz de milho e abóbora assada. Impossível resistir aos melhores torresminhos (R$ 4,90 a unidade ou R$ 12,90 a porção) da cidade para abrir o apetite. Junto cai bem a caipirinha de limões taiti, cravo e siciliano (R$ 17,90) com a caninha mineira João Mendes Prata. Docinho, docinho, o pudim de tapioca (R$ 11,90) leva leite condensado e de coco. Fica ainda mais melado com a calda de coco queimado que vai por cima.

Preços checados em 8 de janeiro de 2014.

Foi eleito o 16º melhor restaurante da América Latina pelo “Latin America’s The 50 Best Restaurants 2013”, da revista inglesa Restaurant.

+ Conheça os melhores restaurantes da América Latina

 

 

Ovo caipira

O Mocotó, localizado na Vila Medeiros e comandado atualmente pelo chef Rodrigo Oliveira, é um dos melhores restaurantes de comida brasileira da metrópole (o sucesso do endereço nos últimos anos rendeu a abertura de uma espécie de filial da casa, o Esquina Mocotó, no imóvel vizinho). Nos fins de semana, clientes aguardam pacientemente por mais de uma hora na fila à porta do Mocotó o momento de provar as delícias do cardápio. Um dos itens bastante apreciados é o ovo caipira frito. Mais de 600 deles são consumidos por mês no local. Comprados de um criador de galinhas na cidade de Bastos, a 458 quilômetros da capital, são fritos em óleo de milho e finalizados com flor de sal. Eles chegam à mesa com a gema no ponto escolhido pelo cliente — a preferência é pela gema mole — e com a borda levemente tostada.

+ Achados da Zona Norte (de A a Z)

Comer & Beber

2013 - Participante Categoria Restaurantes brasileiros
2012 - Indicado Categoria Restaurantes brasileiros
2012 - Vencedor Categoria Restaurantes bom e barato
2011 - Vencedor Categoria Restaurantes bom e barato
2010 - Vencedor Categoria Restaurantes bom e barato
2008 - Vencedor Categoria Restaurantes
ver mais premiações ver menos premiações

publicidade