“Comer & Beber” 2013: lojas de importadoras

Confira destaques do portfólio de vinte boas lojas de importadoras

O guia “Comer & Beber” apresenta 50 lojas de vinhos. Abaixo, vinte lojas de importadoras:

+ “Comer & Beber” 2013: as melhores lojas de vinhos da cidade

+ Tudo sobre o “Comer & Beber” 2013

2/20
( / Ana Import)
3/20
Comandada desde 1964 por uma família gaúcha, esta tradicional importadora foi fundada em 1937 pelo alemão Fredrico Bruck. Compõem seu acervo rótulos conhecidos do público, como os da linha italiana Corvo, vendidos em vários supermercados da capital. Há também uma etiqueta própria, batizada de Valdorella, engarrafada por diferentes produtores na Argentina e na Itália. Duas […] ( / Bruck)
4/20
De origem capixaba, a importadora fundada em 1988 trabalhava inicialmente com produtos gourmets que chegavam pelo Porto de Vitória — daí o nome da empresa. Aberta em 2004, a unidade dos Jardins ocupa um bonito salão com espaço para degustações e eventos nos fundos. Logo na entrada, uma adega climatizada guarda os tops do catálogo. […] ( / Casa do Porto)
6/20
Geoffroy de la Croix vai sete vezes ao ano à França em busca de novos rótulos para sua importadora, especializada em pequenos produtores. Uma das estrelas do catálogo é o Pommard Premier Cru Clos des Epeneaux 2009 (R$ 505,00), um pinot noir apresentado como tendo um potencial de pelo menos cinquenta anos de guarda produzido […] ( / De La Croix)
9/20
A rede de origem argentina possui 29 lojas espalhadas pelo Brasil, três delas em São Paulo. Seu vasto portfólio agrupa mais de 1 500 rótulos, quase metade deles de importação exclusiva. Da vinícola francesa Maison Delas Frères, com sede no Vale do Rhône, ao sul da Borgonha, destacam-se duas pedidas: o rosé Tavel 2011 (R$ […] ( / Grand Cru – Consolação)
10/20
Rótulos australianos, neozelandeses e sul-africanos compõem o catálogo desta importadora, com showroom na Vila Madalena. Da vinícola Westend Estate, na Austrália, chegam o branco Poker Face Shiraz 2012 (R$ 53,00) e o espumante Eternity Sparkling Cuvee (R$ 63,00). Entre as garrafas da África do Sul, há o Namaqua Pinotage 2010 (R$ 49,90), com 14,5% de […] ( / KMM)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s