Postado em 13/05/2012 por Arnaldo Lorençato
3 comentários | Comente

Hambúrguer de pato: do Minhocão para o Così de Renato Carioni

Hambúrguer de pato: sucesso no Minhocão é temporariamente incorporado ao menu do Così (Foto: Arnaldo Lorençato)

Quem diria. Conhecido primeiro por preparar pratos contemporâneos no sofisticado Cantaloup e, desde 2009, autor de uma refinada cozinha da Itália no Così, com matriz em Santa Cecília e uma filial na Vila Nova Conceição, o chef Renato Carioni colocará um hambúrguer intrometido entre suas receitas. Também servirá o sanduíche no Pizza 36, restaurante na Praça da República especializado em almoços em bufê do qual Carioni também é sócio. A estreia é amanhã, tanto no almoço quanto no jantar.

Sanduíche disputado: 2.000 hambúrgueres vendidos entre 8h20 e 13h30 no domingo passado (Foto: Arnaldo Lorençato)

Não se trata de um hambúrguer qualquer, mas uma versão com pedigree afrancesado. Explica-se. Carioni, um dos chefs que ocupou uma das vinte barracas espalhadas sobre um pequeno trecho do Minhocão no domingo passado durante a Virada Gastronômica, preparou justamente um hambúrguer com carne de pato banhado por maionese trufada.

Foi um sucesso de público. Entre 8h20 e 13h30, o cozinheiro vendeu nada menos que 2.000 deles (um faturamento bruto de 30.000 reais para um investimento de 13.000 em matérias-primas). Estive na feira e não consegui comprar unzinho sequer. Tinha acabado tudo. O máximo que fiz foi tirar a foto que ilustra este post. “Um monte de gente me pediu durante a feira e recebi muitos emails nesta semana. Resolvi atender as pessoas”, diz Carioni. “Garanto que será só por um mês. Não quero perder o foco, para não virar bagunça. Meu negócio é cozinha italiana.”

+ Os tropeços da Virada Gastronômica

O hambúrguer de pato nos três restaurantes custará 29,50 reais (na Virada eram 15 reais) e será servido entre esta segunda (14)  e 14 de junho. “O preço mais alto se justifica porque o sanduíche vai montado no prato e acompanhado de batata rústica. Tem ainda o conforto do restaurante”, garante o chef.

Carioni de barraqueiro: "Hambúrguer de pato só por um mês" (Foto: Arnaldo Lorençato)

Quem quiser preparar o hambúrguer em casa, confere a receita aqui.

Comentários sobre "Hambúrguer de pato: do Minhocão para o Così de Renato Carioni" | Comente

  1. pop comentou em 14/05/2012

    Obrigado pela receita. Essa é uma forma de difusão da gastronomia mais eficaz do que o bisonho espetáculo do minhocão, com certeza.

  2. André comentou em 17/05/2012

    O tempero tava bom, pena que veio quase cru. Nem precisei pegar o Steak Tartare do Emanuel depois.

  3. Flavia comentou em 21/05/2012

    Boa Noite. Eu comi o hamburguer estava uma delicia, cru realmente. Mas a melhor comida de todo o festival é para o chef que a imprensa deu menas importancia. O rapaz de minas com aquele espeto de frango e queijo da serra da canastra o que foi aquilo, maravilhoso…ele esta de parabens Chef do Oliva de Uberlandia Marco Soares. A do Marcel estava muito bom também.

Comentar sobre "Hambúrguer de pato: do Minhocão para o Così de Renato Carioni"