Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Vacinação é paralisada: prefeitura não vai imunizar na terça (22)

Mais de 300 postos ficaram sem vacinas contra a Covid-19 nesta segunda (21)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 22 jun 2021, 12h08 - Publicado em 21 jun 2021, 21h22

A prefeitura de São Paulo divulgou que a imunização contra a Covid-19 será paralisada na cidade na terça-feira (22). Nesta segunda (21), ao menos 325 postos de saúde ficaram sem imunizantes antes do fim do dia, afetando a continuidade da campanha em toda a capital paulista.

Por meio de nota, a gestão Ricardo Nunes (MDB) afirmou que a paralisação ocorre pela “grande adesão dos paulistanos à vacinação contra a Covid-19, que já imunizou metade da população maior de 18 anos da capital”.

“Na quarta-feira (23) a prefeitura retomará a faixa prioritária de 49 anos”, diz o texto. Após a paralisação da campanha nesta segunda, a gestão emedebista disse que o caso ocorreu por um “desabastecimento pontual”.

Confira o posicionamento completo abaixo:

A Prefeitura, por meio do Programa Municipal de Imunizações (PMI) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informa que, diante da grande adesão dos paulistanos à vacinação contra a Covid-19, que já imunizou metade da população maior de 18 anos da capital, não haverá vacinação na cidade de São Paulo nesta terça-feira (22/06).

Na quarta-feira (23/06), a Prefeitura retomará a faixa prioritária de 49 anos.

Na capital, até o dia 20 de junho, foram aplicadas 6.265.013 doses de vacina contra a Covid-19, sendo 4.573.688 primeiras doses (D1) e 1.691.325 segundas doses (D2).

LEIA TAMBÉM: Após falta de doses da vacina, secretário pede calendário ‘realista’

Continua após a publicidade
Publicidade