Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

São Paulo antecipa vacinação de idosos de 85 a 89 anos para sexta (12)

Grupo pertencente à faixa etária entre 80 e 84 anos começa a ser imunizada no dia 1º de março no estado

Por Redação VEJA São Paulo 10 fev 2021, 13h27

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (10) o início da imunização de idosos com idade entre 80 e 84 anos para o dia 1º de março em todo o estado de São Paulo. Ele também confirmou a vacinação antecipada do grupo de 85 a 89 anos para a próxima sexta (12), três dias antes do previsto.

Com a chegada de mais insumos para a produção da vacina do Butantan, o estado de São Paulo começa no dia 1º de março a vacinar todos os idosos acima de 80 anos de idade”, disse Doria. “São boas notícias para aumentar nossa esperança, perspectiva de proteção à vida e também nos dar um alento em meio a tantas notícias tristes de perdas e de contaminações”, acrescentou.

A vacinação contra o coronavírus começou no dia 17 de janeiro na capital paulista, logo após a aprovação emergencial da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ao imunizante do Instituto Butantan. Até o início da tarde desta quarta, pouco mais de 1 milhão de pessoas já tinham sido vacinadas em todo o estado.

O público-alvo de 80 a 84 anos totaliza 563 mil pessoas nos 645 municípios de São Paulo. Os idosos desta faixa etária poderão ser imunizados com parte das 8,7 milhões de novas doses da vacina do Butantan, que serão produzidas com insumos que chegaram ao Brasil na manhã desta quarta. Já os 309 mil idosos de 85 a 89 anos poderão receber vacinas a partir desta sexta.

Pré-cadastro

O governo de São Paulo incentiva o pré-cadastramento de idosos aptos à imunização no site vacinaja.sp.gov.br. O registro online garante mais facilidade e rapidez à campanha de imunização, pois economiza 90% no tempo de atendimento individual nos postos da vacinação, segundo o governo.

O preenchimento dos dados no site Vacina Já leva de um a três minutos. Já no atendimento presencial, a coleta de informações leva cerca de 10 minutos. O pré-cadastro não é obrigatório e também não é um agendamento, mas contribui para evitar aglomerações nos postos. O registro dos dados no Vacina Já é gratuito, seguro e confidencial.

Com informações do Governo do Estado de SP

  • Continua após a publicidade
    Publicidade