Clique e assine por apenas 6,90/mês

São Paulo volta a ter tendência de alta na média móvel de novos casos

Estado apresentou aumento de 33% na comparação com 14 dias atrás

Por Redação VEJA São Paulo - 26 jul 2020, 17h24

A média móvel de novos casos de Covid-19 voltou a indicar tendência de alta neste domingo (26) em São Paulo, após o estado registrar 4 501 confirmações. A média móvel considera os registros diários dos últimos sete dias e está em 9 848 novas confirmações por dia. É a primeira vez desde o início de julho que o estado voltou a apresentar tendência de alta, um aumento de 33% na comparação com 14 dias atrás.

O estado de São Paulo registrou hoje (26) 21 606 mortes pelo novo coronavírus, causador da Covid-19. Foram mais 89 vítimas desde o último balanço. Desde março, quando começou a pandemia, foram confirmados 483 900 casos da doença no estado, e apenas sete dos 645 municípios paulistas não tiveram registro de Covid-19.

A taxa de ocupação dos leitos das unidades de terapia intensiva (UTIs) está em 63,6% na Grande São Paulo e em 65,9% em todo o estado. Até o momento, 64 500 pessoas foram internadas com a doença, mas conseguiram se recuperar.

Os principais fatores de risco associados às mortes pela Covid-19 são as doenças cardíacas (58,7%) e o diabetes mellitus (43,3%).

Continua após a publicidade

A faixa de idade entre 70 e 79 anos tem a maior mortalidade, com um total de 5 300 vítimas. Na faixa de 60 a 69 anos, 5 000 pessoas morreram devido à doença. Entre 80 e 89 anos de idade, morreram 4 300 mil pessoas.

Com Agência Brasil

Publicidade